2013/10/24

O Sacrifício Mais Agradável A Deus





Santo André Expansão Evangelizadora do Lar
Capítulo 10 – BEM-AVENTURADOS OS MISERICORDIOSOS
O Sacrifício Mais Agradável A Deus
Evangelho no Lar para 28/10/ 2013 com início às 21 horas
Estimadas irmãs e irmãos em Cristo.
Diariamente temos novos elementos em nosso grupo, por isso, esclarecemos que se você não desejar receber mais nossas mensagens, pedimos o favor de nos informar através do @ que a recebeu, respeitaremos a manifestação de vossos sentimentos e os respeitaremos promovendo a exclusão se seu e-mail de nossa lista.
Nota ; Amigos visto estar a substituir nosso Irmão Ananias, tomarei caminho de Evangelho por outro angulo e depois ele retornará a dar sequência a seu trabalho.
Prece Inicial
Senhor, ensina-nos:
A orar sem esquecer o trabalho;
a dar sem olhar a quem;
a servir sem perguntar até quando;
a sofrer sem magoar seja a quem for;
a progredir sem perder a simplicidade;
a semear o bem sem pensar nos resultados;
a desculpar sem condições;
a marchar para frente sem contar os obstáculos;
a ver sem malícia;
a escutar sem corromper os assuntos;
a falar sem ferir;
a compreender o próximo sem exigir entendimento;
a respeitar os semelhantes, sem reclamar consideração;
a dar o melhor de nós, além da execução do próprio dever, sem cobrar taxa de reconhecimento.
Senhor, fortalece em nós a paciência para com as dificuldades dos outros, assim como precisamos da paciência dos outros para com as nossas dificuldades.
Ajuda-nos, sobretudo, a reconhecer que a nossa felicidade mais alta será invariavelmente, aquela de cumprir-te os desígnios onde e como queiras, hoje agora e sempre.
Amem em Jesus
Emmanuel
3. Leitura do Evangelho

O Sacrifício Mais Agradável A Deus

           7 – Portanto, se estás fazendo a tua oferta diante do altar, e te lembrar aí que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali a tua oferta diante do altar, e vai te reconciliar primeiro com teu irmão, e depois virás fazer a tua oferta. (Mateus, V: 23e 24)
.
           8 – Quando Jesus disse: “Vai te reconciliar primeiro com teu irmão, e depois virás fazer a tua oferta”, ensinou que o sacrifício mais agradável ao Senhor é o dos próprios ressentimentos: que antes de pedir perdão ao Senhor,é preciso que se perdoe aos outros, e que, se algum mal se tiver feito contra um irmão, é necessário tê-lo reparado. Somente assim a oferenda será agradável, porque é proveniente de um coração puro de qualquer mau pensamento. Ele materializa esse preceito, porque os judeus ofereciam sacrifícios materiais e era necessário conformar as suas palavras aos costumes do povo. O cristão não oferece prendas materiais, pois que espiritualizou o sacrifício, mas o preceito não tem menos força para ele. Oferecendo sua alma a Deus, deve apresentá-la purificada. Ao entrar no templo do Senhor, deve deixar lá fora todo sentimento de ódio e de animosidade, todo mau pensamento contra seu irmão. Só então sua prece será levada pelos anjos aos pés do Eterno. Eis o que ensina Jesus por essas palavras: “Deixai ali a tua oferta diante do altar, e vai te reconciliar primeiro com teu irmão”, se queres ser agradável a Deus.
Entendimento do Tema

Mensagem AGRESSORES E NÓS

Quase sempre categorizamos aqueles que nos ferem por inimigos intoleráveis; entretanto, o Divino Mestre, que tomamos por guia, determina venhamos a perdoar-lhes setenta vezes sete.
Por outro lado, as ciências psicológicas da atualidade terrestre nos recomendam que é preciso desinibir o coração, escoimando-o de quaisquer ressentimentos, e estabelecer o equilíbrio das potências mentais, a fim de que a paz interior se nos expresse por harmonia e saúde.
Como, porém, executar semelhante feito? Compreendendo-se que o entendimento não é fruto de meras afirmativas labiais, reconhecemos que o perdão verdadeiro exige operações profundas nas estruturas da consciência.
Se a injúria nos visita o cotidiano, pensemos em nossos opositores na condição de filhos de Deus, tanto quanto nós, e, situando-nos no lugar deles, analisemos o que estimaríamos receber de melhor das Leis Divinas se estivéssemos em análogas circunstâncias.
À luz do novo entendimento que nos repontará dos recessos da alma, observaremos que muito dificilmente estaremos sem alguma parcela de culpa nas ocorrências desagradáveis de que nos cremos vítimas.
Recordaremos, em silêncio, os nossos próprios impulsos infelizes, as sugestões delituosas, as pequenas acusações indébitas e as diminutas desconsiderações que arremessamos sobre determinados companheiros, até que eles, sem maior resistência, diante de nossas mesmas provocações, caiam na posição de adversários perante nós.
Efetuado o auto-exame, não mais nos permitiremos qualquer censura e sim proclamaremos no coração a urgente necessidade de amparo da misericórdia divina, em favor deles, e a nosso próprio benefício.
Então, à frente de qualquer agressor, não mais diremos no singular: "eu te perdôo", e sim reconheceremos a profunda significação das palavras de Jesus na oração dominical, ensinando-nos a pedir a Deus desculpas para as nossas próprias falhas, antes de as rogar para os nossos ofensores, e repetiremos com todas as forças do coração:
"Perdoai, Senhor, as nossas dívidas assim como perdoamos aos nossos devedores!"
Emmanuel
Do Livro: Rumo Certo
Psicografia: Francisco Cândido Xavier
Editora: FEB

Amigos, hoje, quando  estava a preparar o estudo, fui ao início do capítulo para ler as considerações iniciais sobre "Bem-aventurados os que são misericordiosos.  Fiquei a pensar...falamos tanto em misericórdia, mas o que seria ela?
Por que Jesus falava em misericórdia e a relacionava ao perdão?
Misericórdia é o sentimento de compaixão que temos ao ver os sofrimentos alheios, acompanhados do desejo de acabar com este sofrimento, fazendo algo.
Vou dar um exemplo que, apesar de ser uma triste desvirtuação da verdadeira misericórdia, é um termo comumente usado. Tiro de misericórdia! Seria como se você, por misericórdia, pusesse fim a um sofrimento, normalmente, tirando a vida de quem sofre com um tiro. O nome desse tiro é "misericórdia", exatamente por isso, porque, para poupar o sofrimento de que está agonizando, põe-se fim a esse sofrimento desta forma. Triste desvirtuação da misericórdia, não é?
A misericórdia é irmã da compaixão, da piedade e da caridade. Como relacionar a misericórdia ao perdão? Na misericórdia, há implícita a idéia de que, ao invés de usar de severidade para com o próximo que errou e está sobre seu poder, usamos de compaixão. Por exemplo, alguém comete um erro e cabe a mim puni-lo, mas eu não o faço, eu o perdôo. O perdão não é o maior eliminador do sofrimento? Se perdôo, não me vingo, não desejo o mal, não prolongo o sofrimento.
No nosso item de hoje, a alusão é feita a respeito do sacrifício mais agradável à Deus. Novamente me esbarrei com uma palavra de muitos sentidos! O que é sacrifício? Alguém arrisca?
<Moderador_> É entregar algo de muito valor para que se possa alcançar outra coisa que só poderia se alcançar com aquela perda valiosa. Nesta idéia, você pode sacrificar qualquer coisa para se alcançar bens mais "elevados", pois este sacrifício materializado poderia abrir as portas das bem-aventuranças para você... (t)
Legal, Moderador_!  Vou dar um exemplo bem corriqueiro: acordar às 6:00 para ir à escola, sendo que você adora dormir... Dormiria horas...!
Na época de Jesus, os judeus faziam sacrifício a Deus, imolando animais para expiação da culpa ou para implorar auxílio. Este animal era entregue a Deus como um pedido de perdão ou no intuito de receber ajuda.
Jesus, conforme nos mostra o texto em Mateus, respeita esta prática ritualística judaica. Ele diz: “deixai vossa dádiva junto ao altar... depois, então, voltai a oferecê-la”. Ele não veio destruir a lei, não veio revolucionar as relações externas, não veio se preocupar com o culto externo. Ele sabia que estes seriam gradualmente destruídos uma vez que o homem desertasse para a real relação entre ele e Deus. Ele sabia que, se o amor brotasse no solo fértil a ponto de alcançar a verdade das coisas, aquelas atitudes externas se diluiriam no tempo.
O que ele trouxe de novo é o que está no meio das minhas... Lá em cima:
“deixai vossa dádiva junto ao altar...,  depois, então, voltai a oferecê-la.”
O que será que tem nesses pontinhos?
<Moderador_> Não são as mesmas palavras, mas é: Se tiver dívidas com teu irmão, reconcilia com ele... E aí segue. (t)
Reconcilia-te com teu irmão... Jesus traz de uma forma sutil e bela a seguinte idéia: Eu sei que este sacrifício material ainda é importante pra você. Sei que você ainda não conseguiria se desligar dele... Porém, antes disso, reconcilia-te com teu irmão!
Jesus sabe que este será um sacrifício para você. Você terá de agir com misericórdia e destruir dentro de você um impulso forte de vingança, abafar o desejo de "justiça", quebrar o ciclo do ódio, do rancor.
Este é o sacrifício do Espírito: o de limpar seu coração a fim de que a comunhão com Deus seja verdadeira.
Quando alguém nos faz um mal, o perdão ainda não se faz de imediato,não é mesmo? Há um tempo de digestão, de conflito entre o ceder aos impulsos de vingança, ou fechar as portas para aquela pessoa. É uma luta interna que se trava, não é?
A doutrina espírita facilita este processo do perdão. Primeiro porque ela traz novamente à tona a reencarnação e junto dela, a lei de causa e efeito, combinadas, exprimindo a verdadeira justiça. Ela mostra que, o que sofremos hoje faz parte de um processo educativo do Espírito, abordando exatamente a lição que precisamos aprender.
Se este sofrimento vem por intermédio de um outro alguém, ele nos serve para refletir sobre esta dor e qual o indicativo dela. Quem lhe trouxe esta dor também está em aprendizado. Ele te fere por razões que você não alcança em sua totalidade. Ele tem a história dele e, se transgrediu a lei de Deus, receberá a chance de corrigir, segundo as avaliações dos agravantes e atenuantes de sua jornada, na medida que lhe for necessário, sem que seu fardo pese um grama a mais do que ele precisa.
O perdão, para o espírita, vem do entendimento destas questões. De que todos nós temos nossos espinhos e que, ao esbarrarmos pela estrada da convivência, ocasionalmente nos arranhamos uns aos outros.
Nada passa desapercebido à Deus! Quem saberia dizer os valores de X, Y, a e b, para calcular o resultado da equação e dizer: este aqui tem que passar isso ou aquilo? Só Ele...
Façamos as nossas partes perdoando pela compreensão. Travemos esta luta contra nós mesmos e nossas "justificativas". Façamos este sacrifício que Jesus nos ensina. Deixemos ao Pai, que a tudo conhece a tarefa de educar seus filhos, e que a misericórdia seja o fator de comunhão entre nós é o Pai!



Vibrações
Senhor ilumina todos os lares, hospitais, Hospícios, cadeias e todo Universo de
necessitados.
Pai celestial, que habitais o meu interior, impregna com a Tua Luz vital cada célula de meu corpo, expulsando todos os males, pois estes não fazem parte de meu ser. Na minha verdadeira realidade, como filho de Deus perfeito que sou, não existe doença; por isso que se afaste de mim todo o mal, todos os bacilos, micróbios, vírus, bactérias e vermes nocivos, para que a perfeição se expresse no meu corpo, que é templo de Divindade.
Pai teu Divino filho Jesus disse: pedi e recebereis, porque todo aquele que pede recebe, portanto, tenho absoluta certeza de que a minha oração da cura já é a própria cura. Para mim agora, só existe esta verdade: a cura total. Mesmo que a imagem do mal permaneça por algum tempo no meu corpo, só existe em mim agora a imagem mental da cura e a verdade da minha saúde perfeita.
Todas as energias curadoras existentes em mim estão atuando intensamente, como um exército poderoso e irresistível, visando os inimigos, fortalecendo as posições enfraquecidas, reconstruindo as partes demolidas, regenerando todo o meu corpo.
Sei que é o poder de Deus agindo em mim e realizando o milagre maravilhoso da cura perfeita.
Esta é a minha verdade mental. Esta portanto é a verdade do meu corpo.
Agradeço-te, oh! pai, porque Tu ouvistes a minha oração.
Dou-te graças, com toda alegria e com todas as forças interiores porque tua vontade de perfeição e saúde aconteceram em mim, em resposta ao meu pedido.
Assim é e assim será.
Um fraternal abraço, e a nossa vibração com a certeza de que a Paz se fará em seu mundo íntimo.
Prece de Encerramento
Mestre Sublime Jesus
Fazei com que entendamos a vossa vontade e nunca a nossa, entregando-nos às vossas mãos fortes para conduzir-nos;
Permite que possamos desincumbir-nos dos deveres que nos cabem, mas, não
conforme os nossos desejos;
Lançai Vosso olhar sobre nós, a fim de que tenhamos a claridade da Vossa ternura, e não as sombras da nossa ignorância;
Abençoai os nossos propósitos de servir-Vos, quando somente nos temos preocupado em utilizar de Vosso santo nome para servir-nos;
Envolvei-nos na santificação dos Vossos projetos, de forma que sejamos Vós em nós, porquanto ainda não temos condição de estar em Vós;
Dominai os nossos anseios de poder e de prazer, auxiliando-nos na conquista real da renúncia e da abnegação;
Ajudai-nos na compreensão de vossos labores, amparando-nos em nossas
dificuldades e socorrendo-nos quando mergulhados na argamassa celular;
Facultai-nos a dádiva de Vossa paz, de modo que a distribuamos por onde quer que nos encontremos e todos a identifiquem, compreendendo que somos Vossos servidores dedicados......e porque a morte restituiu-nos a vida gloriosa para continuarmos a trajetória de iluminação, favorecei-nos com a sabedoria para o êxito da viagem de ascensão, mesmo que tenhamos que mergulhar muitas vezes nas sombras da matéria, conduzindo porém, a bússola do Vosso afável coração apontando-nos o rumo.
Senhor!
Intercedei, junto ao Pai Todo Amor, por Vossos irmãos da retaguarda, que somos quase todos nós, os trânsfugas do dever.
Oração do Santo de Assis trazida no livro
Divaldo Pereira Franco pelo Espírito de Manoel Philomeno de Miranda.
Acessem nosso Blog - http://santoandreevangelhodolar.blogspot.com/ ,
Lá encontrarão os temas já divulgados e toda a programação para Fevereiro de 2.013.
Momento da Fluidificação das águas (bênçãos).
Santo André Expansão Evangelizadora do Lar
Brasil e Portugal, para: A Europa e o Mundo.
Por uma Humanidade mais Cristã!
Rinnovo dell'Anima :
Nossas ferramentas de comunicação, associem-se ao nosso Grupo e Blog:
Ananias Luiz Barreto ananiasbarreto@gmail.com
Hananias Huiz Bharreto peregrinosnolar.evangelho@gmail.com
Marcos Evangelista
Barretomarcosevangelistabarreto@gmail.com
Acessem nossos links abaixo que encontrarão lá os temas.
Nosso Grupo – http://groups.yahoo.com/group/evangelhodolar/
Nosso Blog –http://santoandreevangelhodolar.blogspot.com/
Caso não queira mais receber esse tipo de e-mail, por favor, escrevam para:
Ananias Luiz Barreto: ananiasbarreto@gmail.com



Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *