2017/09/10

A IMPORTÂNCIA DO EVANGELHO NO LAR


images (5).jpg

Evangelho no Lar para   11/09/ 2017 com início às 21 horas
  • A IMPORTÂNCIA DO EVANGELHO NO LAR
Estimadas irmãs e irmãos em Cristo.
Diariamente temos novos elementos em nosso grupo, por isso, esclarecemos que se  você não desejar receber mais nossas mensagens, pedimos o favor de nos informar através do @ que a recebeu, respeitaremos a manifestação de vossos sentimentos e os respeitaremos promovendo a exclusão se seu e-mail de nossa lista.

Prece Inicial

Iluminação

Senhor se no mundo que me cerca eu não puder enxugar uma lágrima
Não conseguir dizer uma palavra de conforto fazer alguém sorrir de verdade
O Deus se eu não souber ser justo humilde atencioso e promotor da esperança na
terra.
Se não puder lutar contra as injustiças,agir com dignidade
Deixar de me irritar com as pequenas coisas
Compreender que os outros também têm suas limitações
Senhor se eu não souber aceitar a tua vontade acima da minha própria vontade
Então, não permita que eu condene as guerras e ore pela paz
Não aceita a oferta que eu te oferecer. Nem escute os meus constantes pedidos de
socorro. Mas quando vier te pedir perdão.
Oh Deus, perdoa-me por inteiro e lava meu coração no sangue da nova e eterna
aliança contigo por meio de Jesus teu filho amado. Ilumina a minha inteligência
e a minha vontade, para que eu possa viver na tua presença todas as horas do dia e todos os dias da vida.
Amem em Jesus

novologo3.png

Leitura.

CAPÍTULO XV

A IMPORTÂNCIA DO EVANGELHO NO LAR

1 - O Culto Cristão no Lar, Segundo Emmanuel

"O Culto Cristão no lar não é uma inovação, é uma necessidade para que em toda a parte o Cristianismo lance raízes de aperfeiçoamento e sublimação. A Boa Nova seguiu da Manjedoura para as praças públicas e avançou da humilde casa de Simão Pedro para a glorificação no Pentecostes. A palavra do Senhor soou, primeiramente, sob o teto humilde de Nazaré e, certo, se fará ouvir de novo, por nosso intermédio nos círculos de nossos familiares, com os quais devemos atender a obrigações que nos competem no tempo.
Quando os Ensinamentos do Mestre vibram entre as quatro paredes de um templo doméstico:
* Os pequenos sacrifícios tecem a felicidade comum.
* A observação insensata é ouvida sem revolta.
* A calúnia é recebida com calma.
* O erro alheio encontra compaixão.
* A maldade não encontra brecha para insinuar-se.
É aí, dentro desse paraíso, que alguns já estão edificando a benefício de si mesmos e dos outros; que o estímulo é um cântico de solidariedade incessante; a bondade é uma fonte inexaurível de paz e entendimento; a gentileza é inspiração de todas as horas.
O sorriso é sombra de cada um, e a palavra permanece revestida de luz, vinculada ao amor que o Amigo Celeste nos legou.
Somente depois da experiência evangélica no lar, o coração estará realmente apto, habilitado a distribuir o Pão Divino da Boa Nova junto à multidão, embora devamos o esclarecimento amigo e o conselho santificante aos companheiros da romagem humana, em todas as circunstâncias."
2 - o Lar é um Templo de Deus
"Não olvidemos, assim, os impositivos da aplicação com o Cristo, no Santuário familiar, onde nos cabe o exemplo da paciência, compreensão e fraternidade, serviço, fé e bom ânimo sob o reinado legítimo do amor, porque, estudando a palavra do Céu nos quatro Evangelhos, que constituem o testamento da Luz, seremos, cada um de nós, o quinto Evangelho inacabado, mas, vivo e atuante, que estamos escrevendo com os próprios testemunhos, a fim de que a nossa vida seja uma revelação de Jesus, aberto ao olhar e à compreensão de todos, sem necessidade de utilizarmos muitas palavras na advertência ou na pregação."
É oportuno lembrarmos, também, um trecho do livro "Renúncia", de Emmanuel; Alcíone foi convidada a participar do culto no lar na casa de Cirilo; este disse-lhe que não entendia por que fazer o EVANGELHO NO LAR, se existiam Igrejas em grande quantidade, ao que Alcíone respondeu:
"- Em toda parte estamos na Casa do Pai e estou certa de que dia virá em que tornaremos por Templo de Deus o mundo inteiro. Mas, em nossa atual condição, não nos custa reconhecer o proveito das Igrejas e o caráter sagrado do culto doméstico, no que concerne aos ensinos de Jesus. Também no conforto de nossas casas há sempre ótima disposição para atender aos nossos familiares enfermos, mas isso não proscreve a necessidade dos hospitais. Os pais amorosos ensinam sempre aos filhinhos; mas nem por isso deixam de ser úteis as escolas. Em matéria de fé, nossa estranheza radica na viciação dos deveres religiosos. Costumamos atribuir ao sacerdote o que nos compete realizar. Um padre poderá funcionar como excelente preceptor, indicando os caminhos retos, mas nós transitamos para Deus e é imprescindível não pararmos. O ministro da fé atenderá ao conjunto, mas, para que as alegrias cristãs vibrem perfeitamente em nossa alma, não há que olvidar a necessidade de estabelecermos o culto do Senhor, dentro de nós mesmos. Assim, o lar é o templo mais nobre, porque oferece oportunidade diária de esforço e adoração.
- Cada criatura de nossa convivência, sob o mesmo teto, representa um altar para o culto da bondade, do carinho, da compreensão. Cada borrasca doméstica é um ensejo para distribuição de esperança e fé. Cada dia afanoso enseja possibilidades de testemunhar confiança em Deus. Enquanto isso ocorre na intimidade, as instituições religiosas podem funcionar como hospitais dos espíritos combatidos, como celeiros de esfomeados, como fontes de informações sublimes aos ignorantes.
- Qualquer doente esperará a volta da saúde, mas colimando reintegrar-se no plano de esforço diuturno; o faminto se alimentará, de modo a prosseguir no seu caminho; e o ignorante será instruído. para que se habilite a aplicar o que aprendeu. Por esse prisma, podemos aquilatar o valor das pequenas realizações domésticas. Acredito que o lar seja o ninho onde o espírito humano cria em si mesmo, com o auxílio do Pai Celestial, as asas da sabedoria e de amor, com que há de conhecer, mais tarde, as sendas divinas do Universo.
Entusiasmada a família com estes conceitos novos, Cirilo replicou: - As tuas explicações, Alcíone, falam fundamente à alma. Os negócios materiais da minha vida sempre me criaram certa atmosfera de incompreensão para as lições do Cristo. Sempre considerei o lar fortaleza da nossa felicidade na terra, mas nunca como base para enriquecimento de dons espirituais.
- Isso é natural - prosseguiu Alcíone - as forças que nos encarceram o coração nas grades de uns tantos problemas temporais costumam ser violentas e rudes. Entretanto, Deus não se cansa de nos atrair aos seus braços misericordiosos. As circunstâncias minimas da existência humana induzem a pensar nisso.
Logo que abrimos os olhos neste mundo, encontramos pais carinhosos que nos encaminham para o bem; nossa infância, quase sempre, está cercada de sábias advertências dos preceptores, que nos orientam para a verdade'"
3 - o Esforço Próprio
"Uma idéia lógica surge, fatalmente, em nosso cérebro: tantos mensageiros de bondade viriam à nossa estrada, tão só para informar-nos o coração, sem utilidades práticas para a nossa própria edificação? Muita gente, nos mais variados credos, depõe nas mãos de seus ministros o que lhes cumpre fazer, mas isso é um erro grave. Deus nos chama pela maneira como Jesus procurou os discípulos.
- Para realizar a união divina é preciso marchar na "Terra" de nós mesmos, não obstante os maus dias e as noites tenebrosas!
Cirilo não conseguia disfarçar sua admiração. Agora sentia descortinar-se aos olhos d 'alma um mundo deslumbrante, que até então não conseguira compreender. As palavras da jovem modificavam-lhe, num minuto, todas as presunções exegéticas.
Começava a sentir que a vida, sob qualquer de seus aspectos, revestia-se da mais profunda significação. No seu conceito, o homem deixava de ser um exilado em míseras trevas, que se encontraria mais tarde com Deus, ou com a punição eterna. A terra figurava-se-lhe agora escola, onde cada homem recebia uma divina oportunidade, entre milhões de possibilidades sublimes e infinitas.
Alcíone, continuando com a palavra, conclui sem afetação - poderemos receber as inspirações externas, ao passo que no culto Íntimo entramos em contato com o próprio eu, recebendo divinas mensagens na consciência. Os diversos ministros religiosos têm fórmulas convencionais: nós, como sacerdotes da própria iluminação, temos as expressões espontâneas da vida .
Em nosso grupo familiar de Castela-a-Velha, meu tutor dizia que o estudo das letras santas é comparável a uma pesca de luzes celestiais. O rio da vida, afirmava, está sempre correndo e é indispensável energia serena e vontade ardente, a fim de mergulharmos na coleta dos valores divinos."
4 - Inspiração Divina
Enquanto o homem se mantiver tíbio, desencantado, indiferente ou pessimista, dificilmente poderá encontrar no Evangelho algo mais que os sublimes apelos do Senhor. Em tais condições negativas, recebemos os convites do Cristo, mas freqüentemente ficamos ignorando a tarefa; somos chamados ao banquete da verdade e da luz, mas comparecemos como comensais bisonhos, mal sabendo como iniciar o suculento repasto. O ensinamento de Jesus é vibração, é vida e, como o estudo mais simples demanda esforço de comparação, não podemos versar o Evangelho sem esse esforço. Muitos procuram, nestas páginas, somente motivos de consolação, esquecendo a essência do ensino. Jesus é a fonte do conforto e da doçura supremos, isso é inegável no entanto, reconhecemos que uma criança, que somente receba consolações e mimos paternos, arrisca-se a envenenar o coração para sempre, na sede insaciável dos caprichos. Não devemos acreditar que o Cristo só haja trazido ao mundo a palavra revigoradora e afetuosa, senão também um roteiro de trabalho, que é preciso conhecer e seguir. Para isso, é indispensável tomarmos os nossos sentimentos e raciocínios como campo da observação e experiência, trabalhando diariamente com Jesus na construção da arca íntima da nossa fé.
- Naturalmente que essa edificação não prescinde do material adequado constituído pelas virtudes e conhecimentos nobres que adquirimos no curso da vida. São esses os elementos que procuramos, em nossa pesca das luzes celestiais, para que, recebendo as consolações de Jesus, sejamos igualmente operosos trabalhadores. Nunca nos reunimos no culto doméstico sem suplicar o socorro da Inspiração Divina. Padre Damiano esclarecia sempre que Deus não poderia ter enviado as "línguas de fogo" da sua sabedoria apenas aos doze discípulos de Jesus. As chamas do seu amor infinito aquecem Humanidade inteira. Basta lembrar que, se os sinais do céu foram vistos somente sobre os Apóstolos, no dia inolvidável do Pentecostes ninguém poderá contestar a extensão dos benefícios à multidão que os ouvia, exultante de júbilo.
A revelação dirigia-se a todos, o contentamento celestial foi distribuído sem exclusividade. Baseado nisso, meu tutor asseverava que devemos fazer o estudo evangélico não apenas com as necessidades humanas, mas com o auxílio silencioso e invisível do Céu! ...
Após estas considerações, que despertaram fundo enternecimento nos ouvintes, Alcíone orou em voz alta, suplicando a Jesus lhes concedesse o benefício de suas inspirações sacrossantas, para que se integrassem no conhecimento da Sua Vontade. Depois da prece comovedora, tomou do livro e perguntou qual era o método adotado para a leitura, ao que foi respondido que se costumava ler cinco a dez versículos de cada vez.
- Lá na Espanha - explicou Alcíone - líamos apenas um versículo de cada vez e esse mesmo, não raro, fornecia cabedal de exame e iluminação para outras noites de estudo. Chegamos à conclusão de que o Evangelho, em sua expressão total, é um vasto caminho ascensional cujo fim não poderemos atingir, legitimamente, sem conhecimento e aplicação de todos os detalhes. Muitos estudiosos presumem haver alcançado o termo da lição do Mestre, com uma simples leitura vagamente raciocinada. Isso, contudo, é erro grave. A mensagem do Cristo precisa ser conhecida, meditada, sentida e vivida. Nesta ordem de aquisições, não basta estar informado. Um preceptor do mundo nos ensinará a ler; o Mestre, porém, nos ensina a proceder, tornando-se-nos, portanto, indispensável a cada passo da existência. Eis por que, excetuados os versículos de saudação apostólica, quaisquer dos demais conterão ensinamentos grandiosos e imorredouros, que impedem conhecer e empregar, a benefício próprio."
Nestas páginas de Emmanuel, Alcíone nos mostra a importância do Evangelho lido, sentido e vivenciado, a fim de podermos acender, em nós, as luzes de Vida Eterna.

Maria T. Compri


banner (1).jpg
Comentário

O Evangelho no Lar
 
1 - O que é o Evangelho no Lar?
É uma reunião semanal em família, com o objetivo de estudar o Evangelho de Jesus à luz da Doutrina Espírita, facilitando, assim, a compreensão e a vivência dos ensinamentos de Jesus. Quando o Evangelho no Lar é praticado fielmente à data e ao horário semanal estabelecidos, são atraídos para o convívio doméstico Espíritos Superiores, que orientam e amparam, estimulam e protegem a todos.
2 - Quais os benefícios para a família que realiza o Evangelho no Lar?
União da família, através de momentos de paz e entendimento do Evangelho; despertamento da fraternidade entre os familiares; higienização do lar, através dos bons pensamentos e dos sentimentos elevados; aumento do conhecimento acerca do Evangelho de Jesus e da Doutrina Espírita, facilitando sua divulgação a outras pessoas; proporciona também o amparo necessário para enfrentar as dificuldades, bem como esclarece acerca da importância da oração e da vigilância aos próprios atos e pensamentos; elevação do padrão vibratório dos participantes, tornando-os mais acessíveis à influência dos amigos espirituais.
3- Quais são as etapas da realização do Evangelho no Lar?
Prece de abertura, leitura edificante, comentários sobre o texto lido, vibrações e prece de encerramento. Para a realização da leitura pode-se usar O Evangelho segundo o Espiritismo, que contém os ensinamentos de Jesus interpretados à luz do Espiritismo. Outros livros também podem ser estudados, desde que possuam uma mensagem edificante, com ensinamentos de moral cristã, espíritas ou não.  Após a leitura, todos podem comentar o trecho lido, tentando trazer para o cotidiano e para a atualidade os ensinamentos da leitura. Não deve haver polêmica, nem acusações entre os familiares neste momento. Importante observar que não devem ocorrer manifestações mediúnicas em nenhuma etapa da realização do Evangelho no Lar. Se algum dos familiares sentir a presença de um desencarnado, deve ser realizada uma prece pelo Espírito.
4 – O que são as vibrações?
Vibrar é enviar energias positivas, sentimentos de amor, paz e esperança, através do pensamento e da vontade, para aqueles que necessitam, sejam encarnados ou desencarnados. Essas emanações são recolhidas pelo Plano Espiritual Superior e são levadas para aqueles pelos quais vibramos, bem como para outros Espíritos, ou locais que a Espiritualidade considere importante recebê-las.  As vibrações podem ser realizadas pelo pensamento ou a família pode dizer em voz alta (tom normal), e pausadamente, aqueles que desejam auxiliar. Entre uma intenção e a seguinte, deve haver uma pausa, para que os participantes possam se concentrar em cada uma adequadamente.
5- E quanto à água magnetizada?
Um pouco de água limpa pode ser colocada em um recipiente, antes do início do Evangelho no Lar. Pode ser um vasilhame para todos, ou um copo para cada participante. Durante as vibrações, a água será magnetizada pela Espiritualidade, que coloca nela fluidos benéficos e necessários aos participantes.

65148472-c83e-4c00-b8c2-cd4bf1ba1796_6.jpg
Mensagem

Senhor ilumina todos os lares, hospitais, Hospícios, cadeias e todo Universo de
necessitados
Pai celestial, que habitais o meu interior, impregna com a Tua Luz vital cada
célula de meu corpo, expulsando todos os males, pois estes não fazem parte de
meu ser. Na minha verdadeira realidade, como filho de Deus perfeito que sou, não
existe doença; por isso que se afaste de mim todo o mal, todos os bacilos,
micróbios, vírus, bactérias e vermes nocivos, para que a perfeição se expresse
no meu corpo, que é templo de Divindade.
Pai teu Divino filho Jesus disse: pedi e recebereis, porque todo aquele que pede
recebe, portanto, tenho absoluta certeza de que a minha oração da cura já é a
própria cura. Para mim agora, só existe esta verdade: a cura total. Mesmo que a
imagem do mal permaneça por algum tempo no meu corpo, só existe em mim agora a imagem mental da cura e a verdade da minha saúde perfeita.
Todas as energias curadoras existentes em mim estão atuando intensamente, como
um exército poderoso e irresistível, visando os inimigos, fortalecendo as
posições enfraquecidas, reconstruindo as partes demolidas, regenerando todo o
meu corpo.
Sei que é o poder de Deus agindo em mim e realizando o milagre maravilhoso da
cura perfeita.
Esta é a minha verdade mental. Esta portanto é a verdade do meu corpo.
Agradeço-te, oh! pai, porque Tu ouvistes a minha oração.
Dou-te graças, com toda alegria e com todas as forças interiores porque tua
vontade de perfeição e saúde aconteceram em mim, em resposta ao meu pedido.
Assim é e assim será.
Um fraternal abraço, e a nossa vibração com a certeza de que a Paz se fará em
seu mundo íntimo.

Prece de Encerramento

Deus eterna Bondade


"Deus de eterna bondade, em prece de louvor entrego-te minha alma,
sê bendito meu pai em todos os recursos, ferramentas, processos e medidas dos quais te utilizasses à fim de que eu perceba que tudo devo à ti.
Agradeço-te pois o tesouro da vida,
a presença do amor,
a constância do tempo,
o sustento da fé,
o calor da esperança que me acena o porvir,
o santo privilégio de servir,
o pensamento reto que me faz discernir o que é mau e o que é bem, na clara obrigação de nunca desprezar ou de ferir alguém ...
Agradeço-te ainda, a visão das estrelas à esmaltarem de glória o lar celeste,
as flores do caminho,
os braços que me amparam e os gestos de carinho dos corações queridos que me deste.
Por tudo te agradeço e QUANDO te aprouver despojar-me dos bens com que me exaltas ... ensina-me senhor à devolver tudo o que me emprestas-te ...
Mas por piedade ó pai , deixa-me em tudo por apoio e dever , a benção de ACEITAR e o dom de COMPREENDER. " -

Momento da Fluidificação das águas (bênçãos).

Expansão Evangelizadora do Lar Santo André
Brasil e Portugal, para: A Europa e o Mundo.
Por uma Humanidade mais Cristã!
Rinnovo dell'Anima :
Nossas ferramentas de comunicação, associem-se ao nosso Grupo e Blog:
Ananias Luiz Barreto ananiasbarreto@gmail.com
Hananias Huiz Bharreto peregrinosnolar.evangelho@gmail.com
Victor Passos
caminheirodapaz@gmail.com

Novos Links - façam.- se seguidores

Evangelho do lar S.André Expansão
Espiritismo em Debate

Atendimento Fraterno Directo


Acessem nossos links abaixo que encontrarão lá os temas.
Nosso Grupo – http://groups.yahoo.com/group/evangelhodolar/
Nosso Blog – http://santoandreevangelhodolar.blogspot.com/
Caso não queira mais receber esse tipo de e-mail, por favor, escrevam para:
Ananias Luiz Barreto: ananiasbarreto@gmail.com
Orientador - Victor Passos


















Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *