Santo André, 20 de Fevereiro de 2.012.


EVANGELHO PARA 20/02/12 ÀS 21 h. - O que fazer para mudar?


Caro irmão ou irmã, se Você recebe hoje a nossa primeira mensagem e tem alguma dúvida, por favor, escreva através deste e-mail, pois teremos maior interesse em esclarecê-la.
O que fazer para mudar?
Estimados irmãos e irmãs em Cristo aproximamos de uma grande oportunidade para exercitarmos nossa mudança, não apenas de comportamento, mas, e também de pensamentos e atitudes as quais nos trarão dias melhores em nossas vidas, refirome ao carnaval, para uma mudança de hábitos.
Troque as suas lentes e enxergará mais e “mude o seu olhar”. Mude os seus pensamentos “e mude o seu comportamento”. Você pode ficar tentando 10 anos tentando que uma pessoa seja responsável, comprometida e que tenha iniciativa ou que faça as coisas bem feitas sem conseguir nenhum resultado. Mas você pode conseguir o resultado que quiser “em apenas 1 minuto” se ela entender e mudar a sua forma de pensar e como enxergar a situação em sua frente, ela muda mesmo a vida.
Principalmente porque as dificuldades não se apresentam por um único motivo, um único momento, e sim por um conjunto de situações nas quais as criamos ao decorrer de nosso dia a dia. Uma dificuldade não surge de repente, ela vai se avolumando e crescendo com nossas ações no tempo. Para que a solução final seja positiva, temos que fazer novas escolhas, quebrar paradigmas, mudar nossos hábitos e rever nossos objetivos e prioridades. Enfim, para sobreviver às crises, precisamos mudar padrões, arraigados em nossa cultura materialista. Este foi o sentido do ensinamento de Cristo ao dizer: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo, isto é: deseje ao seu irmão tudo aquilo que desejar a você.
Cristo não somente ensinou como fez isto, mostrou com atitudes que é possível.
Pensem nisto esta semana irmãos.
A Paz de Cristo
A Vida Social
Colaboração de Victor
A família universal reúne todos os seres em um só grupo, que se inicia no clã doméstico. Nele se desenvolve a vida social, facultando-lhe o crescimento intelectual e moral, que leva à conquista da sabedoria. Ninguém se deve afastar do convívio com o seu próximo. Ele é a oportunidade para se testar a tolerância e o amor; a gentileza e a fraternidade e desenvolver a inteligência.
O homem nasceu para conviver com a Natureza e todos os seres que nela vivem. Impregnado pelo psiquismo divino, tende a participar de todos os movimentos sociais, optando pela edificação de um grupo saudável e harmônico, no qual desenvolve os valiosos recursos que lhe jazem latentes. Envolto por seres espirituais de que nem sempre te dás conta, eleva-te na tarefa da fraternidade, ascendendo às Esferas Superiores.
Para que alcances as cumeadas do progresso, dependes do teu irmão na marcha evolutiva.
Ajuda-o, se ele está em situação penosa. Pede-lhe auxilio, se te encontras em carência.
Nunca te esqueças de que todos somos irmãos, e Deus é o Pai Único.
Assim, respeita e participa da vida social edificante, nunca te isolando...
Entre as conquistas preciosas do processo de evolução do ser, que abandona o primarismo e alcança os patamares da razão, destaca-se a vida social, o relacionamento com as demais criaturas, que o capacitam ao desenvolvimento das aptidões que lhe estão adormecidas *(desenvolvendo a sua inteligência e elevando a sua espiritualidade a um grau maior).
Enquanto o indivíduo se insula ou evita o convívio com as demais pessoas, permanece sob o acordar das paixões primarias, nas quais predomina o egoísmo, responsável por inúmeros distúrbios do comportamento psicológico.
No relacionamento social, mesmo nas faixas da agressividade, o imperativo de crescimento espiritual faz-se inevitável, por propiciar o esforço de libertação pessoal junto à necessidade de desenvolver a tolerância, a compreensão e a bondade, colocadas à prova no intercâmbio das ideias e na convivência interpessoal.
A solidão propicia a visão desfocada da realidade, ao tempo que embrutece, alienando o homem, que perde o contato com os valores sociais nos quais se expressam as leis do progresso moral. A convivência social trabalha os sentimentos humanos, estimulando as aptidões para a arte, a cultura, ação tecnológica, a ciência e a religião.
À medida que o ser se autodescobre, mais percebe a necessidade dos relacionamentos sociais, seja para buscar e intercambiar experiências, seja para contribuir em favor do desenvolvimento do grupo no qual se encontra. Mesmo entre os animais, o instinto gregário funciona levando-os ao grupo. Graças a essa união, os mais fortes defendem, protegem os mais fracos, perpetuando as espécies.
A união no conjunto social se converte em campo especial de educação, em razão da força que o mesmo exerce sobre o indivíduo, passando a criar-lhe hábitos, comportamentos e atitudes.
Quando mais elevado, o ser se utiliza o meio social para nele imprimir as conquistas que o caracterizam, impulsionando os seus membros ao progresso e à plenificação.
Nessa fase, pode afastar-se da sociedade tradicional, para amparar e atender necessidades, aflições e desequilíbrios naqueles nos quais a dor se aloja, sendo rejeitados ou isolados por medidas providenciais que objetivam defender os sadios. Entre esses se incluem os doentes das enfermidades degenerativas, físicas e mentais, os presidiários, os que se demoram nos patamares do primitivismo cultural e moral.
Verdadeiros missionários do amor e da caridade transferem-se da sociedade acomodada, da civilização, para serem educadores, companheiros da sua solidão, médicos, enfermeiros e benfeitores que se constituem instrumentos do bem, contribuindo para a felicidade de quantos tombaram na desdita ou se encontram nas experiências iniciais do progresso humano. Ali organizam a sua vida social, tornando-se plenos, edificadores da verdadeira fraternidade, que é o primeiro passo para a vivência em uma sociedade justa, portanto, feliz.
Jesus, na Sua condição de Espírito Excelso, jamais se insulou evitando a vida social. Conforme a circunstância e a ocasião, manteve o relacionamento social com aqueles que se lhe acercaram ou a quem buscava, desvelando a grandiosa missão do ser inteligente na Terra, emulando ao estado de pureza, de elevação e demonstrando a brevidade do corpo físico, a transitoriedade do mundo orgânico diante da vida espiritual, perene, de onde se vem e para a qual se retorna.
A vida social, portanto, está ínsita no processo de evolução das criaturas, encarnadas ou não, já que ninguém consegue a realização espiritual seguindo a sós.
*(grifo meu)
Livro: Desperte e Seja Feliz
Joanna de Ângelis & Divaldo P. Franco
12 de dezembro de 2011 12:49
Victor Passos
 Momento da Fluidificação das aguas (benção)
Nós Te rogamos ó Pai de Infinita Bondade e Justiça, as graças de Jesus Cristo, através de Bezerra de Menezes e suas legiões de companheiros. Que eles nos assistam Senhor, consolando os aflitos, curando aqueles que se tornem merecedores, confortando aqueles que tiverem suas provas e expiações a passar, esclarecendo aos que desejarem conhecer a Verdade e assistindo a todos quanto apelam ao Teu Infinito Amor.
Jesus, Divino Portador da Graça e da Verdade, estende Tuas mãos dadivosas em socorro daqueles que Te reconhecem o Despenseiro Fiel e Prudente; faze-o Divino Modelo, através de Tuas legiões consoladoras, de Teus santos espíritos, a fim de que a Fé se eleve, a Esperança aumente, a Bondade se expanda e o Amor triunfe sobre todas as coisas.
Bezerra de Menezes, Apóstolo do Bem e da Paz, amigo dos humildes e dos enfermos, movimentai as tuas falanges amigas em benefício daqueles que sofrem, sejam males físicos ou espirituais. Santos espíritos, dignos obreiros do Senhor, derramem as graças e as curas sobre a humanidade sofredora, a fim de que as criaturas se tornem amigas da
Paz e do Conhecimento, da Harmonia e do Perdão, semeando pelo mundo os Divinos Exemplos de Jesus Cristo.
Paz, saúde, alegria e equilíbrio à Humanidade.
Que assim seja.
Santo André Expansão Evangelizadora do Lar
  Brasil, Portugal: Algarve, Cambra, Carreço,
         Lisboa, Porto, Viena do Castelo e
                    Torre da Marinha.
            Por uma Humanidade Cristã.

Mensagens populares deste blogue

Um Homem de Bem Teria Morrido

O Evangelho como roteiro para a família

Notícias Históricas ( 2 )