2016/05/22

Um Homem de Bem Teria Morrido



      evangelhoIV.jpg

Evangelho no Lar para  23/05/ 2016 com início às 21 horas

Capítulo 5 – BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS

V – Um Homem de Bem Teria Morrido


Estimadas irmãs e irmãos em Cristo.
Diariamente temos novos elementos em nosso grupo, por isso, esclarecemos que se  você não desejar receber mais nossas mensagens, pedimos o favor de nos informar através do @ que a recebeu, respeitaremos a manifestação de vossos sentimentos e os respeitaremos promovendo a exclusão se seu e-mail de nossa lista.

Prece Inicial

Senhor Jesus,
Amado Mestre e Comandante da Terra
O Senhor seja louvado!
Somos devedores do passado e trabalhadores da última hora.
Rogamos humildemente, Senhor
Pela inferioridade que nos caracteriza,
Que nos ajude a ficar livre de toda sorte de tentações,
Que não nos deixe sucumbir às tentações carnais e financeiras,
Que não nos permita ceder a ira e ao ódio, ao egoismo e a luxúria,
Que nos livre da vaidade e do orgulho destruidor, e que nos ensine a praticar a caridade e o perdão sob a esfinge do amor incondicional.
Senhor,
Que nos seja possível vibrar na tua frequência,
Para que as nossas preces ultrapassem as ondas pesadas da inferioridade
E avancem sobre o espaço sideral, rompendo as formas-pensamentos negativas, alcançando as hostes celestiais onde habitas, Senhor!
Sabemos que somente a prática do amor incondicional é que pode nos levar a ti, Senhor, e que exercer o bem nos fará suportar e ajudar na transição planetária em curso. Senhor!
Buscamos a renovação constante na oração, porque cremos que renovar a fé, na certeza de um futuro cada dia melhor,
Nos ajuda a cumprir a parte que nos cabe nessa etapa evolutiva.
Assim, Senhor, Pleno de tua bondade,
Não fraquejaremos na esperança,
Não nos desviaremos das instruções abençoadas da doutrina consoladora e pela tua misericórdia,continuaremos a receber o teu auxílio e dos seus enviados, na inspiração necessária para o nosso culto que agora iniciamos.
Beneficiando aos presentes e aos ausentes, encarnados e desencarnados, sentimo-nos abençoados pela teu infinito amor.
Obrigado Senhor!

images (10).jpg

Mensagem de Entrada

No Serviço Cristão

“Porque todos devemos comparecer ante o tribunal do Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito, estando no corpo, o bem ou o mal.” – Paulo. (2ª Epístola aos Coríntios, 5:10.)
Não falta quem veja no Espiritismo mero campo de experimentação fenomênica, sem qualquer significação de ordem moral para as criaturas.
Muitos aprendizes da consoladora Doutrina, desse modo, limitam-se às investigações de laboratório ou a discussões filosóficas.
É imperioso reconhecer, todavia, que há tantas categorias de homens desencarnados, quantas são as dos encarnados.
Entidades discutidoras, levianas, rebeldes e inconstantes transitam em toda parte. Além disso, incógnitas e problemas surgem para os habitantes dos dois planos.
Em vista de semelhantes razões, os adeptos do progresso efetivo do mundo, distanciados da vida física, pugnam pelo Espiritismo com Jesus, convertendo-nos o intercâmbio em fator de espiritualidade santificante.
Acreditamos que não se deve atacar outro círculo de vida, quando não nos encontramos interessados em melhorar a personalidade naquele em que respiramos.
Não vale pesquisar recursos que não nos dignifiquem.
Eis por que para nós outros, que supomos trazer o coração acordado para a responsabilidade de viver, Espiritismo não expressa simples convicção de imortalidade: é clima de serviço e edificação.
Não adianta guardar a certeza na sobrevivência da alma, além da morte, sem o preparo terrestre na direção da vida espiritual. E nesse esforço de habilitação, não dispomos de outro guia mais sábio e mais amoroso que o Cristo.
Somente à luz de suas lições sublimes é possível reajustar o caminho, renovar a mente e purificar o coração.
Nem tudo o que é admirável é divino.
Nem tudo o que é grande é respeitável.
Nem tudo o que é belo é santo.
Nem tudo o que é agradável é útil.
O problema não é apenas de saber. É o de reformar-se cada um para a extensão do bem.
Afeiçoemo-nos, pois, ao Evangelho sentido e vivido, compreendendo o imperativo de nossa iluminação interior, porque, segundo a palavra oportuna e sábia do Apóstolo, “todos devemos comparecer ante o tribunal do Cristo, a fim de recebermos, de acordo com o que realizamos, estando no corpo, o bem ou o mal”.

EMMANUEL
Pedro Leopoldo, 22 de fevereiro de 1950.
Livro Pão Nosso Psicografado por Francisco Candido Xavier

novologo3.png

3. Leitura

V – Um Homem de Bem Teria Morrido

FÉNELON
Sens, 1861
           22 – Dizeis frequentemente, ao falar de um malvado que escapa a um perigo: Se fosse um homem de bem, teria morrido. Pois bem, ao dizer isso, estais com a verdade, porque, efetivamente, Deus concede muitas vezes, a um espírito ainda jovem na senda do progresso, uma prova mais longa que a um bom, que receberá, em recompensa ao seu mérito, o favor de uma prova tão curta quanto possível. Assim, pois, quando empregais este axioma, não duvideis de que estais cometendo uma blasfêmia.
           Se morrer um homem de bem, vizinho de um malvado, apressai-vos a dizer: Seria bem melhor se tivesse morrido aquele. Cometeis então um grande erro, porque aquele que parte terminou a sua tarefa, e o que ficou talvez nem a tenha começado. Por que, então, quereis que o mau não tenha tempo de acabá-la, e que o outro continue preso à gleba terrena? Que diríeis de um prisioneiro que, tendo concluído a sua pena, continuasse na prisão, enquanto se desse à liberdade a outro que não tinha direito? Ficai sabendo, pois, que a verdadeira liberdade está no desprendimento dos laços corporais, e que enquanto estais na Terra, estais em cativeiro.
           Habitue-vos a não censurar o que não podeis compreender, e crede que Deus é justo em todas as coisas. Frequentemente, o que vos parece um mal é um bem. Mas as vossas faculdades são tão limitadas, que o conjunto do grande todo escapa aos vossos sentidos obtusos. Esforçai-vos por superar, pelo pensamento, a vossa estreita esfera, e à medida que vos elevardes, a importância da vida terrena diminuirá aos vossos olhos. Porque, então, ela vos aparecerá como um simples incidente, na infinita duração da vossa existência espiritual, a única verdadeira existência
banner (1).jpg
Comentário

Nesta mensagem, Fénelon, comenta o uso de expressões usadas , diante da morte , por pessoas que emitem conclusões apressadas, ditas sob o ponto de vista da unicidade da existência, não visualizando nada além do mundo em que vive.

Se alguém considerado mau escapa a um perigo: "- Se fosse um homem de bem teria morrido." Se um homem de bem morre, diz: " Seria bem melhor se fosse o outro ( o malvado)."

Morre uma criança e dizem: " - Coitada, nem viveu ainda."

Essas e outras frases que são repetidas, geração após geração, sem maiores reflexões, indicam ignorância das leis divinas, visão estreita baseada apenas no mundo em que vivemos, no "nascer, crescer, reproduzir-se e morrer."

Daí a importância de estudos e análises sobre a continuidade da vida além da morte e, principalmente, das vidas sucessivas, a única lei que explica muitos e muitos fatos da vida, a que demonstra a justiça de Deus em relação a todos os seus filhos.

" Habituai-vos a não censurar o que não podeis compreender, e crede que Deus é justo em todas as coisas. Frequentemente, o que vos parece um mal é um bem . Mas as vossas faculdades são tão limitadas, que o conjunto do grande todo escapa aos vossos sentidos obtusos. Esforçai-vos por superar, pelo pensamento, a vossa estreita esfera, e à medida que vos elevardes, a importância da vida terrena diminuirá aos vossos olhos."

Esta exortação de Fénelon me faz lembrar da afirmação de Kardec, quando escreve que só adotou a doutrina da reencarnação, vinda dos Espíritos, " senão depois de havermos reconhecido que ela só e só ela, podia resolver aquilo que nenhuma filosofia jamais havia resolvido, e isto abstração feita das provas materiais que, diariamente, dela são dadas, a nós e a muitos outros." (Revista Espírita de l960, p.115, Edicel 1965, artigo Formação da Terra )

Ele refletiu, analisou, comparou, deduziu e compreendeu a lei, que já era aceita por muitos na Terra e que os Espíritos confirmavam.

É assim que precisamos todos fazer: estudar para compreender e aceitar, aplicando esse aprendizado no entendimento dos fatos da vida.

Quando se analisa esses fatos, como a morte, partindo sempre do princípio da pré-existência e da sobrevivência do espírito e da contínua evolução do ser, através das reencarnações, percebe-se quão lógico e claro se torna o viver, quem somos, o que aqui fazemos, de onde viemos e para onde vamos.

Compreendemos, então, que as leis naturais são perfeitas, vindas de um SER PERFEITO e, confiantemente, buscamos compreendê-las e aceitá-las, através da nossa inteligência e da nossa sensibilidade.

Estaremos , então, desenvolvendo nossas faculdades espirituais, superando nossa ignorância das leis divinas, abrindo-nos para visualizar horizontes mais amplos, que estão muito além do entendimento apenas das leis físicas e biológicas, as únicas aceitas pela nossa Ciência materialista.

Assim, não nos deixaremos abater por fatos naturais, não faremos deduções e conclusões levianas diante desses fatos, e caminharemos com confiança e segurança para o maravilhoso destino que nos espera.

banner_flor.jpg

Prece de Encerramento

Deus eterna Bondade


"Deus de eterna bondade, em prece de louvor entrego-te minha alma,
sê bendito meu pai em todos os recursos, ferramentas, processos e medidas dos quais te utilizasses à fim de que eu perceba que tudo devo à ti.
Agradeço-te pois o tesouro da vida,
a presença do amor,
a constância do tempo,
o sustento da fé,
o calor da esperança que me acena o porvir,
o santo privilégio de servir,
o pensamento reto que me faz discernir o que é mau e o que é bem, na clara obrigação de nunca desprezar ou de ferir alguém ...
Agradeço-te ainda, a visão das estrelas à esmaltarem de glória o lar celeste,
as flores do caminho, os braços que me amparam e os gestos de carinho dos corações queridos que me deste.
Por tudo te agradeço e QUANDO te aprouver despojar-me dos bens com que me exaltas ... ensina-me senhor à devolver tudo o que me emprestas-te ...
Mas por piedade ó pai , deixa-me em tudo por apoio e dever , a benção de ACEITAR e o dom de COMPREENDER. " -

Momento da Fluidificação das águas (bênçãos).

Postado por Santo Andre Expansão às Segunda-feira, Agosto,05, 2013Santo André Expansão Evangelizadora do Lar
Brasil e Portugal, para: A Europa e o Mundo.
Por uma Humanidade mais Cristã!

Rinnovo dell'Anima :
Nossas ferramentas de comunicação, associem-se ao nosso Grupo e Blog:
Ananias Luiz Barreto ananiasbarreto@gmail.com
Hananias Huiz Bharreto peregrinosnolar.evangelho@gmail.com

Marcos Evangelista
Barretomarcosevangelistabarreto@gmail.com

Victor Passos
caminheirodapaz@gmail.com

Novos Links - façam.- se seguidores

Evangelho do lar S.André Expansão


Espiritismo em Debate

Atendimento Fraterno Directo


Acessem nossos links abaixo que encontrarão lá os temas.
Nosso Grupo – http://groups.yahoo.com/group/evangelhodolar/
Nosso Blog – http://santoandreevangelhodolar.blogspot.com/
Caso não queira mais receber esse tipo de e-mail, por favor, escrevam para:
Ananias Luiz Barreto: ananiasbarreto@gmail.com
Orientador - Victor Passos








Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *