2017/07/23

Apostolos


  images (5).jpg

Evangelho no Lar para   24/07/ 2017 com início às 21 horas
  • OS APÓSTOLOS
Estimadas irmãs e irmãos em Cristo.
Diariamente temos novos elementos em nosso grupo, por isso, esclarecemos que se  você não desejar receber mais nossas mensagens, pedimos o favor de nos informar através do @ que a recebeu, respeitaremos a manifestação de vossos sentimentos e os respeitaremos promovendo a exclusão se seu e-mail de nossa lista.

Prece Inicial

Iluminação

Senhor se no mundo que me cerca eu não puder enxugar uma lágrima
Não conseguir dizer uma palavra de conforto fazer alguém sorrir de verdade
O Deus se eu não souber ser justo humilde atencioso e promotor da esperança na
terra.
Se não puder lutar contra as injustiças,agir com dignidade
Deixar de me irritar com as pequenas coisas
Compreender que os outros também têm suas limitações
Senhor se eu não souber aceitar a tua vontade acima da minha própria vontade
Então, não permita que eu condene as guerras e ore pela paz
Não aceita a oferta que eu te oferecer. Nem escute os meus constantes pedidos de
socorro. Mas quando vier te pedir perdão.
Oh Deus, perdoa-me por inteiro e lava meu coração no sangue da nova e eterna
aliança contigo por meio de Jesus teu filho amado. Ilumina a minha inteligência
e a minha vontade, para que eu possa viver na tua presença todas as horas do dia e todos os dias da vida.
Amem em Jesus

novologo3.png

Leitura.

1 - OS APÓSTOLOS

A Boa Nova, que teve seu início na Manjedoura, estendeu-se à casa de Simão Pedro e, em seguida, às praças públicas; estava agora sendo levada a outras cidades e povos do mundo.
Os Apóstolos, continuando a orientação do CULTO CRISTÃO NO LAR, se reuniam no subsolo das casas, nas catacumbas, enfim, sempre em lugares escondidos, pois era severamente proibida a prática do Ensino de Jesus.
Embora amedrontados, com a morte do Mestre, se reuniram no dia de Pentecostes, quando se deu a descida do Espírito Santo sobre eles. Depois disso, eles perderam o medo e saíram corajosos a pregar o Evangelho, colhendo as primeiras almas para a Igreja primitiva. (Atos dos Apóstolos, cap.2, vers. l a 12.)
Pentecostes era uma festa litúrgica, que durava sete semanas; para os judeus esta era a festa das primícias, isto é, das primeiras colheitas, quando eles doavam, também, as primeiras crias ao Templo. Mais tarde, passaram a comemorar os Dez Mandamentos das Leis de Deus, recebidos por Moisés no Monte Sinai. Neste dia, os Cristãos comemoravam a descida do Espírito Santo de Deus sobre os Apóstolos, e foi uma verdadeira festa de colheita espiritual.
Portanto, estes primeiros continuadores de Jesus mostraram grande valor no campo da Religião Cósmica do Amor e da Sabedoria, a qual faz crescer a responsabilidade moral, segundo o grau de conhecimento de cada um. Mas, apesar de seus firmes propósitos, começaram a sofrer as perseguições e a influência do judaísmo. Isto fez com que eles se dividissem e saíram a pregar a Boa Nova em cidades diferentes, levando, assim, o Evangelho de Jesus, para outros lugares. Somente João, o Evangelista, permaneceu junto de Maria, Mãe de Jesus, até a morte desta.

2 - A Missão de Paulo

Passam-se trinta e seis anos da vinda do Cristo, e o espírito enérgico e luminoso de Saulo de Tarso é chamado ao exercício do seu ministério. Nascido em Tarso, na Cilícia, centro dos intelectuais do Império e berço da Cultura Romana, Saulo era cidadão romano por nascimento. Doutor da lei, membro do Sinédrio e discípulo de Gamaliel. Religioso e defensor das leis judaicas, mas ferrenho perseguidor do Cristianismo.
"Numa viagem a Damasco, à caça de Cristãos, na entrada da cidade, em pleno sol escaldante do meio-dia. Saulo vê uma Luz Clara e Forte, tão convincente, que lhe ofuscou a visão material e, naquela atmosfera, já preparada para aquele raso escolhido, Jesus aparece com a Luminosidade de Espírito Crístico. Dirigindo-lhe a palavra vibrante e humilde, pergunta ao vaidoso moço tarsense:
- Saulo, Saulo, por que me persegues?
E Saulo cai de seu cavalo com o rosto entre as mãos.
Impossível lhe foi evitar aquela visão, pois enxergava agora com os olhos do espírito.
Num lance de segundo, num retrospecto de consciência e memória, articulou: - Quem és tu?
- Sou Jesus, a quem persegues!
- O que queres que eu faça? Perguntou ao Mestre, e Jesus com serenidade disse:
- Levanta-te e entra na cidade, lá será dito o que deverás fazer. ..
Não foi preciso longo sermão: Saulo levantou-se, não titubeou e, com a mesma garra com que defendia as leis judaicas, passou a defender, a partir de então, o Cristianismo, sofrendo dolorosa angústia e o mais completo abandono dos familiares, dos amigos e da sociedade em que vivia.
Maria T. Compri

banner (1).jpg
Comentário


A VIVÊNCIA CRISTÃ DE PAULO

Vinte e cinco de janeiro de 2004. Data importante para nós que vivemos nesta cidade bela, nostálgica, enorme e aconchegante, pois todos os que aqui desembarcam, até mesmo os que nela nascem, sofrem, lutam e têm pequenas alegrias, mas sentem-se felizes quando, de um desses arranha-céus, tão comuns nesta cidade, contemplam-na iluminada, permitindo-nos uma visão ampla da própria Natureza, como por exemplo, a aurora e o crepúsculo, reverenciando-a como se quisesse apresentá-la no ontem, quando em 1554, o Pe. Manoel da Nóbrega, primeiro missionário e educador do Evangelho de Jesus no Brasil, durante vinte e um anos infatigável trabalho junto aos nativos da região, fundou o Colégio do Piratininga (atual São Paulo).
Conhecedor e admirador do trabalho do apóstolo Paulo, Nóbrega, objetivando resultado mais promissores na tarefa de evangelização, resolvera homenageá-lo, adiando a data da inauguranção para o dia em que a Igreja comemora o aniversário do apóstolo - vinte e cinco de janeiro. Nos seus quatrocentos e cinquenta anos de fundação, São Paulo tornou-se uma das maiores cidades (senão a maior em termos de diversificação de culturas e religiões) do nosso planeta, acolhendo e auxiliando a todos os que nela procuram o que se costuma dizer - uma vida melhor - trabalhando e oferecendo o melhor de si, tal qual Paulo durante o trabalho de divulgar o Evangelho de Jesus em todo o mundo.
A homenagem de Nóbrega, prestada ao apóstolo, nos mostra que há apenas um roteiro a seguirmos, o amor ao próximo, exercido com devotamento, abnegação e, sobretudo, caridade. Saulo, nome hebraico derivado de "Saul", que significa "pedido", nascera em Tarso (Província romana da Cicília), localizada na fronteira do Oriente e do Ocidente, núcleo importantíssimo do Império Romano, cerca de 5 ou 6 da nossa Era. Judeu, descendente de da tribo de Benjamin (filho do patriarca hebreu Jacó com a famosa Raquel), cidadão romano devido ao status de sua cidade natal, e culturalmente um verdadeiro grego.
Fisicamente, era de baixa a mediana estatura, traços característicos da região, olhos brilhantes e gestos quase sempre revestidos de energia vigorosa, espírito forte, dono de notável senso crítico mesclado de certa humildade, impressionava de maneira singular, peculiaridade ao seu estilo de "doutor da lei". Educado na casa de seus pais, na Sinagoga e por um dos grandes mestres do Farisaísmo (Gamaliel), Paulo teve uma formação acadêmica de primeira linha, equivalente a estudos realizados nas melhores universidades do mundo, uma das necessidades fundamentais para o êxito de sua grandiosa tarefa - vivienciar teória-prática, os ensinamentos divinos trazidos por Jesus, abrangendo toda a humanidade.
Por ser contemporâneo de Jesus, dizem que talvez tivesse tido algum contato com ele antes da crucificação, mas na ausência de fatos concretos, a questão ficou na base da especulação. Para alguns, ele deturpara os ensinamentos do Cristo; para outros, é o ponto culminante do Cristianismo. Extremamente zeloso das Escrituras, tornou-se algo intransigente para com os preceitos do Judaísmo, participando ativamente das perseguições contra os primeiros seguidores de Jesus, fato que lhe tirara o crédito perante os judeus logo após o seu encontro com Jesus (ano 36 d.C).
Paulo, tanto como perseguidor ou como perseguido, vestira o ideal "servir" de Fé, não a Fé mística e cega, mas a fé ativa e raciocinada, tal qual o grande patriarca Abraão que, sem nenhuma garantia da promessa da Terra Prometida, partira sem saber para onde se dirigia. Não portando nenhum contrato que lhe garantisse a posse da Terra, não permitiu que a dúvida lhe dominasse, apoiou-se no consentimento da razão (obediência) e aos ditames do coração (resignação), conseguindo elevar-se ao nível máximo de suas provações, tornando-se um modelo de fé incondicional, introduzindo, assim, no seio da humanidade, a crença em um Deus único, justo e misericordioso.
Trazendo enraizada a fé que eleva e que transforma o homem velho em homem novo. Paulo, no momento sublime em Damasco, quando teve a inenarrável visão com Jesus, entre perplexo e confuso, ouve a voz meiga do Mestre acariciando-lhe o íntimo, ele dá o seu primeiro testemunho de fé: "Que queres que eu faça?!"- a voz do instinto aflora na própria consciência (lembrança inconsciente das provas que escolhemos antes de encarnarmos), e ele procura moralmente curvar-se, mas os atos praticados, até então, nubla-lhe a visão psíquica, e Jesus diz-lhe: "Não recalcitres contras os aguilhões!", ou seja, não te detenhas no ontem, prossigas no hoje. -"És o vaso escolhido.. e eu lhe mostrarei o quanto deverás sofrer por amor a Deus!".
Além de Abraão, o grande legislador hebreu Moisés, ao ouvir a "voz do instinto", testemunha a fé que o fez obedecer aos desígnios divinos, lutando com preconceitos, posturas estéreis e riquezas transitórias, para libertar o seu povo da escravidão física e moral, legando a humanidade o Decálogo, o primeiro código moral das leis divinas, ainda que houvesse a necessidade de instruir leis civis e disciplinares, as quais ele certamente considerou transitórias, válidas para aquele momento, para que o povo compreendesse melhor as leis divinas.
A Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec, no exato momento em que a humanidade já estava preparada para o estabelecimento do verdadeiro sentido das leis divinas, veio dissipar as trevas da escravidão e da ignorância, esclarecendo e complementando tudo o que Jesus não pôde dizer aos seus apóstolos, numa linguagem única e universal para que todos os Homens pudessem aprender a Verdade, em uma síntese gloriosa, através do lançamento de O Livro dos Espíritos, em 1857; confundindo os orgulhosos Homens da ciência, filosofia e religião, através do lançamento de O Livro dos Médiuns; glorificando os simples e justos, explicando os atos morais do Cristo e a aplicação destes nos diversos atos da vida, em O Evangelho segundo o Espiritismo.
Aos 40 anos, Paulo, após o encontro consigo mesmo, (conversão, pregações em Damasco e Jerusalém, estadia no deserto) e pronto ao trabalho de difusão do Evangelho, empreende quatro viagens abrangendo um período de mais ou menos doze anos de dedicação, consolação e esclarecimento, fundando comunidades e seguindo a risca o exemplo de Jesus, instituindo lideres à frente de cada comunidade e, na impossibilidade de visitação, escreve cartas às mesmas, tornando-se o pai, o irmão e o amigo de todos, superando assim as próprias imperfeições.
Ele e seus companheiros enfrentam perigos nos rios, no mar, no deserto, por parte dos pagãos, por imãos de raça e também da parte de falsos irmãos, pregando nas sinagogas, em casa, nas praças públicas, em completo esquecimento de si mesmo. Por ocasião da primeira viagem, sequioso por renovar-se, ele adota o nome romano de "Paulo", derivado do latim "Paulus", que significa "pequeno", traçando, assim, a linha divisória entre o perseguidor Saulo e o apóstolo Paulo e, nesta fase de sua missão, conseguira abrir as portas do mundo pagão aos ensinamentos de Jesus, além de debater sobre a circuncisão com Pedro, alegando não ser necessária, uma vez que os cristãos recém-convertidos estavam se convertendo ao Cristianismo, não precisando obedecer aos preceitos do Judaísmo.
Durante as viagens, ele passa todos os impedimentos, tanto da parte dos judeus como da parte dos pagãos e fora preso sob a acusação de introduzir gentios nas sinagogas. Paulo escrevera ao todo catorze cartas, assim distribuídas: Romanos, duas aos Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, duas aos Tessalonicenses, duas a Timóteo, Tito, Filêmon e aos Hebreus, e em todas pode-se constatar a sua compreensão dos ensinamentos de Jesus, ou melhor, ele fora além, conseguindo penetrar o domínio dos mistérios que engloba a vida e a morte, ressaltando: a Sobrevivência do Espírito; a Comunicação dos Espíritos; a Reencarnação; a Evolução para a perfeição; a Redenção pela fé; sintetizando assim os Princípios Básicos da Doutrina Espírita, através da aplicação prática da mais importante das leis morais: A Lei da Justiça, Amor e Caridade.
O seu desapego às glórias e interesses mundanos realça-se de modo frisante ao dizer: "Nunca fui pesado a quem quer que seja...". Todos os discípulos de Jesus foram testemunhas dos prodígios operados por Ele, como prova de sua gloriosa missão, receberam conselhos, promessas, pão, vinho, peixes, etc.. mas somente Paulo fora testemunha de um prodígio maior: receber o próprio Espírito do Mestre que o assistia, e por isso ele fora denominado o "Apóstolo do Cristo": "Já não sou eu quem vive, mas o Cristo que vive em mim; já não sou eu quem age, mas o Cristo que fala e age em mim".

Maria Oliveira dos Santos - Jornal Espírita - Edições FEESP - fevereiro de 2.004.


 65148472-c83e-4c00-b8c2-cd4bf1ba1796_6.jpg
Mensagem

Senhor ilumina todos os lares, hospitais, Hospícios, cadeias e todo Universo de
necessitados
Pai celestial, que habitais o meu interior, impregna com a Tua Luz vital cada
célula de meu corpo, expulsando todos os males, pois estes não fazem parte de
meu ser. Na minha verdadeira realidade, como filho de Deus perfeito que sou, não
existe doença; por isso que se afaste de mim todo o mal, todos os bacilos,
micróbios, vírus, bactérias e vermes nocivos, para que a perfeição se expresse
no meu corpo, que é templo de Divindade.
Pai teu Divino filho Jesus disse: pedi e recebereis, porque todo aquele que pede
recebe, portanto, tenho absoluta certeza de que a minha oração da cura já é a
própria cura. Para mim agora, só existe esta verdade: a cura total. Mesmo que a
imagem do mal permaneça por algum tempo no meu corpo, só existe em mim agora a imagem mental da cura e a verdade da minha saúde perfeita.
Todas as energias curadoras existentes em mim estão atuando intensamente, como
um exército poderoso e irresistível, visando os inimigos, fortalecendo as
posições enfraquecidas, reconstruindo as partes demolidas, regenerando todo o
meu corpo.
Sei que é o poder de Deus agindo em mim e realizando o milagre maravilhoso da
cura perfeita.
Esta é a minha verdade mental. Esta portanto é a verdade do meu corpo.
Agradeço-te, oh! pai, porque Tu ouvistes a minha oração.
Dou-te graças, com toda alegria e com todas as forças interiores porque tua
vontade de perfeição e saúde aconteceram em mim, em resposta ao meu pedido.
Assim é e assim será.
Um fraternal abraço, e a nossa vibração com a certeza de que a Paz se fará em
seu mundo íntimo.

Prece de Encerramento

Deus eterna Bondade


"Deus de eterna bondade, em prece de louvor entrego-te minha alma,
sê bendito meu pai em todos os recursos, ferramentas, processos e medidas dos quais te utilizasses à fim de que eu perceba que tudo devo à ti.
Agradeço-te pois o tesouro da vida,
a presença do amor,
a constância do tempo,
o sustento da fé,
o calor da esperança que me acena o porvir,
o santo privilégio de servir,
o pensamento reto que me faz discernir o que é mau e o que é bem, na clara obrigação de nunca desprezar ou de ferir alguém ...
Agradeço-te ainda, a visão das estrelas à esmaltarem de glória o lar celeste,
as flores do caminho,
os braços que me amparam e os gestos de carinho dos corações queridos que me deste.
Por tudo te agradeço e QUANDO te aprouver despojar-me dos bens com que me exaltas ... ensina-me senhor à devolver tudo o que me emprestas-te ...
Mas por piedade ó pai , deixa-me em tudo por apoio e dever , a benção de ACEITAR e o dom de COMPREENDER. " -

Momento da Fluidificação das águas (bênçãos).

Postado por Santo Andre Expansão às Segunda-feira, Agosto,05, 2013Santo André Expansão Evangelizadora do Lar
Brasil e Portugal, para: A Europa e o Mundo.
Por uma Humanidade mais Cristã!

Rinnovo dell'Anima :
Nossas ferramentas de comunicação, associem-se ao nosso Grupo e Blog:
Ananias Luiz Barreto ananiasbarreto@gmail.com
Hananias Huiz Bharreto peregrinosnolar.evangelho@gmail.com

Marcos Evangelista
Barretomarcosevangelistabarreto@gmail.com

Victor Passos
caminheirodapaz@gmail.com

Novos Links - façam.- se seguidores

Evangelho do lar S.André Expansão


Espiritismo em Debate

Atendimento Fraterno Directo


Acessem nossos links abaixo que encontrarão lá os temas.
Nosso Grupo – http://groups.yahoo.com/group/evangelhodolar/
Nosso Blog – http://santoandreevangelhodolar.blogspot.com/
Caso não queira mais receber esse tipo de e-mail, por favor, escrevam para:
Ananias Luiz Barreto: ananiasbarreto@gmail.com
Orientador - Victor Passos











Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *