2017/07/16

PRIMEIRO CULTO CRISTÃO NO LAR


  images (5).jpg

Evangelho no Lar para   17/07/ 2017 com início às 21 horas
  • PRIMEIRO CULTO CRISTÃO NO LAR
Estimadas irmãs e irmãos em Cristo.
Diariamente temos novos elementos em nosso grupo, por isso, esclarecemos que se  você não desejar receber mais nossas mensagens, pedimos o favor de nos informar através do @ que a recebeu, respeitaremos a manifestação de vossos sentimentos e os respeitaremos promovendo a exclusão se seu e-mail de nossa lista.

Prece Inicial

Iluminação

Senhor se no mundo que me cerca eu não puder enxugar uma lágrima
Não conseguir dizer uma palavra de conforto fazer alguém sorrir de verdade
O Deus se eu não souber ser justo humilde atencioso e promotor da esperança na
terra.
Se não puder lutar contra as injustiças,agir com dignidade
Deixar de me irritar com as pequenas coisas
Compreender que os outros também têm suas limitações
Senhor se eu não souber aceitar a tua vontade acima da minha própria vontade
Então, não permita que eu condene as guerras e ore pela paz
Não aceita a oferta que eu te oferecer. Nem escute os meus constantes pedidos de
socorro. Mas quando vier te pedir perdão.
Oh Deus, perdoa-me por inteiro e lava meu coração no sangue da nova e eterna
aliança contigo por meio de Jesus teu filho amado. Ilumina a minha inteligência
e a minha vontade, para que eu possa viver na tua presença todas as horas do dia e todos os dias da vida.
Amem em Jesus

novologo3.png

Leitura.
PRIMEIRO CULTO CRISTÃO NO LAR
1 - O Evangelho na Casa de Pedro

Néio Lúcio, mentor iluminado da Espiritualidade, escreveu estas palavras pelas mãos consagradas de Francisco Cândido Xavier, no livro "Jesus no Lar":
"Numa noite de luar prateado, quando o céu se povoara de estrelas, Jesus se instalou, provisoriamente, na casa de Pedro.
Como é comum em nossas casas, também lá o assunto estava improdutivo, Jesus não perdeu sequer um momento de sua vida, aproveitando tudo com muito amor e sabedoria para ensinar e exemplificar, portanto, mudou o rumo da conversação e falou com bondade: - Simão Pedro, o que faz o pescador, quando se dirige ao mercado com os frutos de cada dia?
- Ah! Mestre! Naturalmente escolhemos os peixes melhores, ninguém compra os resíduos da pesca.
Jesus sorriu e perguntou de novo: - E o oleiro? Que faz para atender a tarefa a que se propõe? Pedro: - Modela o barra, imprimindo-lhe a forma que deseja.
- Como procede o carpinteiro para alcançar o trabalho que se pretende? E Pedro, muito simples e sem vacilar, responde: -Lavrará a madeira, usará a enxó e o serrote, o martelo e o formão, de outro modo não aperfeiçoará a peça bruta.
Calou-se Jesus por alguns instantes e aduziu: - Assim também é o lar diante do mundo, O berço doméstico é a primeira escola e o primeiro templo da alma. A casa do homem é a legítima exportadora de caracteres para a vida comum."
Compreendemos como é linda e perfeita a comparação que faz Jesus!
Se o negociante seleciona a mercadoria, se o oleiro prepara o barro, o marceneiro, a madeira para seus propósitos, do contrário, não conseguiriam alcançar seus intentos, como esperar uma comunidade segura e tranqüila, sem que o lar se aperfeiçoe? A paz do mundo começa entre quatro paredes, sob as telhas a que nos acolhemos.
Se não aprendemos viver em paz entre meia dúzia de criaturas, como aguardar a harmonia das nações? Se não nos habituamos a amar o irmão mais próximo, associado à luta de cada dia, como respeitar o Eterno Pai que nos parece tão distante?
"Jesus relanceou o olhar pela sala modesta, fez um pequeno intervalo, e continuou:
- Pedro, acendamos aqui, em torno de nós, e de quantos nos procuram a assistência fraterna, uma claridade nova.
- Na mesa de tua casa é servido o pão de cada dia, que recebes do Senhor: por que não instilar em redor desta mesa a sementeira da felicidade e da paz na conversação e no pensamento edificantes? O Pai, que nos dá o trigo através do solo, envia-nos a luz através do Céu."
Podemos ver, nas entrelinhas deste diálogo, que as pessoas que ali estavam e o próprio Pedro não entenderam os propósitos de Jesus. Pedro, não encontrando palavras adequadas para explicar-se, falou tímido;
- Mestre, seja feito como desejas!
"E Jesus, convidando os familiares do apóstolo à palestra edificante e à meditação elevada, desenrolou os Escritos da Sabedoria, havendo, então, na Terra, em casa de Pedro, O PRIMEIRO CULTO CRISTÃO NO LAR."
Este primeiro Evangelho no lar, feito pelo próprio Mestre, é o modelo para todos os que desejem estudar as Letras Santas, no seio da família.

2 - Os Ensinamentos Sagrados

Foi no dia do primeiro CULTO CRISTÃO NO LAR, na casa de Pedro, que Jesus falou:
"- Onde estiverem duas ou mais criaturas reunidas em meu nome, eu entre elas estarei" (Mateus, 18 :20).
Falou da Grande Lei do Amor e das leis Morais, aptas a guiarem as criaturas nas realizações do Bem.
Para que o homem avance em sua jornada evolutiva, encontrando a solução de seus problemas, há que segui-las, pois são leis Naturais e, como tal, se impõem, não havendo outro caminho. Os desvios só trazem a dor e o sofrimento.
E, como normas preventivas da dor e do sofrimento pregou o otimismo, a serenidade e a confiança na Divina Providência.
Falou do novo Mandamento - "Fazer aos outros o que queríamos que os outros nos fizessem", e estabeleceu como Mandamento Maior:
"- AMARÁS O SENHOR TEU DEUS DE TODO O TEU CORAÇÃO, DE TODA A TUA ALMA E DE TODO O TEU ENTEDIMENTO."
E o segundo Mandamento, que é semelhante ao primeiro: ""AMARÁS O TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO."
E nestes dois Mandamentos básicos fez-nos compreender que aí está toda a Lei, sendo que os outros giram em torno deles, pois é impossível amar a Deus sem amar ao próximo, ou amar ao próximo sem amar a Deus .
Ensinou, depois, o "Amai-vos como eu vos amei", e disse a Pedro:" - Perdoa, não sete vezes, mas setenta vezes sete vezes."
E Kardec, numa feliz expressão, sintetiza as mesmas exortações:

"FORA DA CARIDADE NÃO HA SALVAÇÃO." "ESPÍRITAS, AMAI-VOS E INSTRUÍ-VOS."

Maria T. Compri
banner (1).jpg

Comentário


Como Fazer o Evangelho do lar e sua importância

Dedica uma das sete noites da semana ao Culto do Evangelho no Lar, a fim de que Jesus possa pernoitar em tua casa.
Prepara a mesa, coloca água pura, abre o Evangelho, distende a mensagem da fé, enlaça a família e ora. Jesus virá em visita.
Quando o Lar se converte em santuário, o crime se recolhe ao museu. Quando a família ora, Jesus se demora em casa. Quando os corações se unem nos liames da Fé, o equilíbrio oferta bênçãos de consolo e a saúde derrama vinho de paz para todos. Jesus no Lar é vida para o Lar.
Não aguardes que o mundo te leve a certeza do bem invariável. Distende, da tua casa cristã, a luz do Evangelho para o mundo atormentado.
Quando uma família ora em casa, reunida nas blandícias do Evangelho, toda a rua recebe o benefício da comunhão com o Alto. Se alguém, num edifício de apartamentos, alça aos Céus a prece de comunhão em família, todo o edifício se beneficia, qual lâmpada ignorada acesa na ventania.
Não te afastes da linha direcional do Evangelho entre os teus familiares. Continua orando fiel, estudando com os teus filhos e com aqueles a quem amas, as diretrizes do Mestre e, quanto possível, debate os problemas que te afligem à luz clara da mensagem da Boa Nova e examina as dificuldades que te perturbam ante a inspiração consoladora do Cristo.
Não demandes a rua, nessa noite, senão para inevitáveis deveres que não possa adiar. Demora-te no Lar para que o Divino Hóspede aí também se possa demorar. E quando as luzes se apagarem à hora do repouso, ora mais uma vez, comungando com Ele, como Ele procura fazer, a fim de que, ligado a ti, possas, em casa, uma vez por semana em sete noites, ter Jesus contigo. JOANNA DE ÂNGELIS

II - O PRIMEIRO CULTO CRISTÃO NO LAR

1 - O EVANGELHO NA CASA DE PEDRO
Néio Lúcio, mentor iluminado da Espiritualidade, escreveu estas palavras pelas mãos consagradas de Francisco Cândido Xavier, no livro "Jesus no Lar".
"Numa noite de luar prateado, quando o céu se povoara de estrelas, Jesus se instalou, provisoriamente, na casa de Pedro. Como é comum em nossas casas, também lá o assunto estava improdutivo. Jesus não perdeu sequer um momento de sua vida, aproveitando tudo com muito amor e sabedoria para ensinar e exemplificar, portanto, mudou o rumo da conversação e falou com bondade: -Simão Pedro, o que faz o pescador, quando se dirige ao mercado com os frutos de cada dia? -Ah! Mestre! Naturalmente escolhemos os peixes melhores, ninguém compra os resíduos da pesca.
Jesus sorriu e perguntou de novo: - E o oleiro? Que faz para atender a tarefa a que se propõe? Pedro: - Modela o barro, imprimindo-lhe a forma que deseja. - Como procede o carpinteiro para alcançar o trabalho que se pretende: E Pedro, muito simples e sem vacilar, responde: -Lavrará a madeira, usará o enxó e o serrote, o martelo e o formão, de outro modo não aperfeiçoará a peça bruta.
Calou-se Jesus por alguns instantes e aduziu: - Assim também é o lar diante do mundo? O berço doméstico é a primeira escola e o primeiro templo da alma. A casa do homem é a legítima escola exportadora de caracteres para a vida comum". Compreendemos como é linda e perfeita a comparação que faz Jesus!
Se o negociante seleciona a mercadoria, se o oleiro prepara o barro, o marceneiro, a madeira para seus propósitos, do contrário, não conseguiriam alcançar seus intentos, como esperar uma comunidade segura e tranquila, sem que o lar se aperfeiçoe? A paz do mundo começa entre quatro paredes, sob as telhas a que nos acolhemos.
Se não aprendemos viver em paz entre meia dúzia de criaturas, como aguardar a harmonia das nações? Se não nos habituamos a amar o irmão mais próximo, associado à luta de cada dia, como respeitar o Eterno Pai que nos parece tão distante? "Jesus relanceou o olhar pela sala modesta, fez uma pequeno intervalo, e continou: - Pedro, acendamos aqui em torno de nós, e de quantos nos procuram a assistência fraterna, uma claridade nova.
-Na mesa de tua casa é servido o pão de cada dia, que recebes do Senhor; por que não instilar em redor desta mesa a sementeira da felicidade e da paz na conversação e no pensamento edificantes? O Pai, que nos dá o trigo através do solo, envia-nos a luz através do Céu".
Podemos ver, nas entrelinhas deste diálogo, que as pessoas que ali estavam e o próprio Pedro não entenderam os propósitos de Jesus. Pedro, não encontrando palavras adequadas para explicar-se, falou tímido: - Mestre, seja feito como desejas!
"E Jesus, convidando os familiares do apóstolo à palestra edificante e à meditação elevada, desenrolou os Escritos da Sabedoria, havendo, então na Terra, em casa de Pedro, O PRIMEIRO CULTO CRISTÃO NO LAR.

III - POR QUE O EVANGELHO NO LAR

NECESSIDADES DAS REFLEXÕES: Necessitamos das reflexões evangélicas, principalmente se tivermos em conta a gravidade da hora, em que se preparam grandes modificações no plano terrestre, e as almas bem avisadas devem estar prontas para enfrentarem quaisquer acontecimentos, com o íntimo repleto de luz, de mãos às boas obras, rumo ao nosso Pai Amantíssimo.
Até hoje, não conseguimos, por nós mesmos, transformar o mundo em clima de compreensão, paz e entendimento; isso significa que nada somos sem Deus e já é hora de nos voltarmos a Ele, através de Jesus e de toda a Verdade que vem sendo trazida á Terra, sob o apoio do Alto, em todas as épocas. Não é somente hoje que nos soa esta pergunta: por que o EVANGELHO NO LAR?
Os Escritos Sagrados sempre foram deixados aos cuidados dos catedráticos religiosos e, desde os tempos mais remotos, convencionou-se comprar preces para garantir a salvação. Emmanuel nos ensina que "o trânsito para Deus é obra individual". Na realidade, jamais quisemos tomar conhecimento das Verdades trazidas pelo Cristo, por acomodação milenar, pelo descaso que temos às Leis de Deus, pela satisfação que vimos sentindo, há muitos séculos, em continuarmos com nossas tendências primitivas.
Aceitar o Evangelho implica em mudanças, e reformular nossas vontades e atitudes é coisa a que poucos de nós propomos fazer. O resultado é que sofremos bem mais e atrasamos a marcha da Humanidade que poderia, pelo desenvolvimento cultural e científico que a Humanidade já alcançou, estagiar em fase de regeneração, quando ainda estamos por tempo indeterminado, em estágios de provas e expiações, insistindo em permanecermos atrasados.
Não nos esqueçamos de que a encarnação da Terra é oportunidade bendita, e entre os Espíritos mais afins formamos a nossa família, pois sabemos que nos podemos unir igualmente pelo amor e pelo ódio. Somente na experiência familiar, poderemos desatar os laços do desamor e nos unirmos novamente pelos laços perfumados do Amor que nos acompanhará por toda a Eternidade!

IV - A IMPORTÂNCIA DO EVANGELHO NO LAR

O CULTO CRISTÃO NO LAR, SEGUNDO EMMANUEL: " O Culto Cristão no lar não é uma inovação, é uma necessidade, para que em toda a parte o Cristianismo lance raízes de aperfeiçoamento e sublimação. A Boa Nova seguiu da Manjedoura para as praças públicas e avançou da humilde casa de Simão Pedro para a glorificação no Pentecostes. A palavra do Senhor soou, primeiramente, sob o teto humilde de Nazaré e, certo, se fará ouvir de novo, por nosso intermédio, nos círculos de nossos familiares, com os quais devemos atender a obrigações que nos competem no tempo.
Quando os Ensinamentos do Mestre vibram entre as quatro paredes de um templo doméstico:
- Os pequenos sacrifícios tecem a felicidade comum.
- A observação insensata é ouvida sem revolta.
- A calúnia é recebida com calma.
- O erro alheio encontra compaixão.
- A maldade não encontra brecha para insinuar-se. É aí, dentro desse paraíso, que alguns já estão edificando a benefício de si mesmos e dos outros; que o estímulo é um cântico de solidariedade incessante; a bondade é uma fonte inexaurível de paz e entendimento, a gentileza é inspiração de todas as horas.
Somente depois da experiência evangélica no lar, o coração estará realmente apto, habilitado a distribuir o Pão Divino da Boa Nova junto à multidão, embora devamos o esclarecimento amigo e o conselho santificante aos companheiros da romagem humana, em todas as circunstâncias"

V - PRINCIPAIS FINALIDADES DE "O EVANGELHO NO LAR"

1 - Estudar o Evangelho à Luz da Doutrina Espírita, a qual possibilita compreendê-lo em "espírito e verdade", facilitando, assim pautar nossas vidas segundo a vontade do Mestre.
2 - Criar em todos os lares o hábito salutar de reuniões evangélicas, para que despertem e acentuem o sentimento de fraternidade que deve existir em cada criatura.
3 - Pelo momento de paz e de compreensão que o Evangelho no Lar oferece, unir mais as criaturas, proporcionando-lhes uma vivência mais tranquila.
4 - Tornar os Evangelhos melhor compreendidos, sentidos e exemplificados, no lar e em todos os ambientes.
5 - Higienizar o lar pelos nossos pensamentos e sentimentos elevados permitindo assim, mais fácil a influência dos Mensageiros.
6 - Ampliar o conhecimento literal e espiritual do Evangelho, para oferecê-lo com maior segurança as outras criaturas.
7 - Facilitar no lar e fora dele o amparo necessário para enfrentar as dificuldades materiais e espirituais, mantendo, operantes, os princípios da oração e da vigilância.
8 - Elevar o padrão vibratório dos componentes do lar, a fim de que ajudem, com mais eficiência, o Plano Espiritual na obtenção de um mundo melhor.
9 - Exercitar o sentido da caridade, pois, os Mentores Espirituais, levarão muitos irmãozinhos nossos, que necessitam de nossa ajuda para um entendimento melhor do Evangelho.

VI - COMO FAZER O EVANGELHO NO LAR

Primeiro, marcamos um dia e hora apropriados para nós e nossos familiares, conscientes de que este é o momento de intimidade da família com Jesus. Se o telefone tocar, atenderemos com delicadeza e diremos a verdade, que estamos fazendo o Evangelho e que após tornaremos a ligar, ou a pessoa nos ligará depois, se preferir.
Se for a campainha, abriremos, calmamente, a porta diremos a mesma coisa, fazendo o convite para entrar, e explicando com rápidas palavras sobre a reunião, participar à visita assistir ao Evangelho sem, no entanto, participar ativamente (a não ser que seja pessoa habituada a fazer o Evangelho em casa).
Como preparação, devemos nos entronizar com pensamentos em louvor a Deus, fazer uma oração no recôndito de nosso coração (Pai Nosso), para higienizar-mos o ambiente.
PASSOS A SEGUIR

..1 - PRECE INICIAL
..2 - LEITURA DO EVANGELHO
..3 - COMENTÁRIOS SOBRE O TEXTO LIDO
..4 - VIBRAÇÕES
..5 - PRECE DE ENCERRAMENTO

EXPLANAÇÃO:

1 - PRECE INICIAL: Iniciamos a reunião com uma prece simples e espontânea. Silenciamos dentro de nós mesmos e buscamos em nossa mente a Figura de Jesus, equilibrando, assim, nossa aura, sintonizando-nos com o Plano Maior e pedimos:
- " Senhor, dá-nos Tua inspiração na leitura Evangélica de hoje, sustenta-nos durante toda a reunião, através de Teus Mensageiros, para que possamos assimilar os ensinamentos e colocá-los em prática em nosso dia-a-dia".

2 - LEITURA DO EVANGELHO: Fazer a leitura de "O Evangelho Segundo o Espiritismo", começando da introdução, lendo um pequeno trecho em cada reunião, com voz normal, calmamente, para que todos possam entender e comentar.

3 - COMENTÁRIOS SOBRE O TEXTO LIDO: Os comentários são breves, feitos por todos, e cada um expõe o que entendeu da leitura, com simplicidade, sem fugir do assunto. Comentar somente o texto lido, buscando a essência dos ensinos com vontade e fé, guardando-os para futura aplicação. Certamente, os Mentores Espirituais estarão ajudando-nos a compreender a lição, a fim de assimilarmos com facilidade. Marcar, com lápis, um X, onde parou a leitura e continuar deste ponto, na próxima semana.

4 - VIBRAÇÕES: Eis o ponto culminante da reunião, em que passamos para a condição de doadores. Vibrar é doar, e todos nós temos algo de bom a dar em favor do próximo. Um bom pensamento, uma palavra de carinho, um sentimento de bem que enviamos é doação, é Caridade.
-Destacar um membro da reunião para dirigir estas vibrações com tonalidade de voz moderada, e os outros acompanharão com o pensamento, procurando doar amor, paz, saúde, equilíbrio.
-A importância da vibração está no impulso mental que é dado, na vontade firme e sincera de querer ajudar, na dedicação e amor aos semelhantes e no poder da fé ardente e confiante na ajuda do Alto.
Neste momento, vamos acomodar bem nas cadeiras (ou no lugar onde estivermos sentados), silenciar, respirando profundamente, deixar a mente livre de pensamentos do dia-a-dia e mentalizar a Figura de Jesus, buscando o Plano Maior, harmonizando e acalmando o máximo possível nosso Espírito, mantendo serenidade, e, neste pensamento harmonioso, desprendemos ondas de paz, amor e esperança, começando as vibrações. Enquanto o(a) companheiro(a) profere as vibrações em voz alta, nós, em pensamento, sempre ligados a Jesus, vamos envolvendo, neste clima radiante, as pessoas que estão sendo mencionadas.

VIBRAR:

Jesus vibramos:
- Pela Fraternidade e Paz em nosso Lar.
- Pela implantação do Evangelho em todos os lares.
- Pelo equilíbrio e Paz de toda a família.
- Pelo perdão e concórdia dos que não sintonizam conosco, visualizando a união e a amizade mútua.
- Pela cura e sustentação dos familiares e amigos que estejam doentes (podemos mencionar os nomes).
- Pelos presentes no Evangelho (encarnados e desencarnados).
- Pelo lar onde está sendo feito o Evangelho (imaginar luz nas paredes, piso, teto, portas, janelas, móveis, roupas, alimentos, etc...).

Lembrando as palavras de Jesus e sua profunda sabedoria, quando, sentindo as nossas necessidades, ensinou:

-"O que quer que seja que pedirdes em oração, credes que obtereis"(Marcos, XI, 24).

PEDIMOS:

- Mestre abençoa o nosso lar, a nossa família.

- Faze com que haja paz, equilíbrio e harmonia em nossa casa, para que ela seja um lugar de refazimento físico e espiritual.

- Jesus, cada um de nós tem um pedido em particular a Te fazer e, neste momento, silenciamos, para que cada um de nós abra o coração a Ti, a fim de receber Tua Orientação Amiga e Tua luz (Silenciar um segundo).
Se houver necessidade, ou caso de enfermidade, fazer vibrações específicas para essas pessoas, pedindo a Jesus por elas, envolvendo-as em vibrações de saúde e sustentação. Se quiser, a família pode colocar água para ser fluidificada.

5 - PRECE DE ENCERRAMENTO: Ao final, proferir a prece também simples e espontânea, agradecendo ao Senhor da Vida e ao Plano Espiritual que deram sustentação ao Evangelho num clima de paz e harmonia, dizendo:
- Jesus Amado! Companheiros e amigos do Plano Maior!
- Nós agradecemos a visita de Amor e a sustentação que nos foi dada, durante este Evangelho, e pedimos que possamos estar todos juntos na próxima semana, para mais uma Reunião Evangélica neste Lar.

Encerrar com humildade e esperança.
O Evangelho tem a duração de 20 a 30 minutos.

CONSERVAR A PAZ: A conversação no lar, após o Evangelho, deve ser edificante, iluminada pelo amor e pela prática da compreensão mútua, sem o que o objetivo da reunião não será alcançado. Nesta vibração de calma permanecer até o próximo Evangelho, procurando vivenciar na medida do possível e com esforço sincero, as lições que foram lidas, discutidas e meditadas durante a reunião.
Se não mantivermos o bem-estar após o Evangelho, com certeza perderemos a energia que captamos do Plano Maior. Por quê? Simplesmente porque nos despojamos da "veste nupcial", da capa de luz que nos está protegendo e voltamos a atuar com nossas poucas forças, esquecendo-nos imediatamente de Deus e deixando que seja feita a nossa vontade e não a d'Ele.
Imprescindível se faz a prática das lições recebidas, o comportamento cristão, cultivando a fraternidade, respeitando os pontos de vista dos parentes e vivenciando a paz, para que o ambiente continue puro e cristalino como estava na hora do Culto doméstico. * Se houver mais de um participante à hora do Evangelho, logo de início distribuímos as tarefas, ou seja:

- Um faz a prece inicial,
- O seguinte faz a leitura do evangelho (um tópico ou uma página, etc...)
- Todos comentam,
- O próximo faz as vibrações e ainda,
- Outro profere a prece final.
* Se for uma só pessoa, deve fazer tudo sozinha (prece inicial, leitura, comentários, vibrações e prece final). Nossa orientação é que, mesmo que os familiares não aceitem, a pessoa indicada para fazer o Evangelho O FAÇA, COM CONFIANÇA EM DEUS, num quarto separado, ou no seu cantinho, mas NÃO DEIXE DE ABRIR AS PORTAS DO SEU LAR A JESUS e pedir a Ele que entre e envolva você e os seus num halo de Luz e Amor. Certamente o ambiente vai melhorar, e os próprios familiares irão mudar com relação a você, porque à Luz do Evangelho tudo se esclarece. Humildade, Compreensão, Amor e Perseverança no Bem, eis a nossa indicação segura.
OBSERVAÇÃO: Mesmo sendo uma só pessoa (ou mais) defina-se corretamente o melhor dia e hora (mais adequada: que não sofra interrupções) porque é muita responsabilidade, em virtude do Plano Maior assumir o compromisso de enviar algum Espírito Superior naquela data e horário; mas, porque também é levado uma quantidade de nossos irmãos desencarnados que necessitam de instruções e que vão lá assistir e aprender conosco. Então o Evangelho no Lar, não só é um bem para a família que o pratica, mas, também um degrau a mais para o aperfeiçoamento (burilamento) de nossos queridos irmãos desencarnados que lá estarão presentes (conosco).
 65148472-c83e-4c00-b8c2-cd4bf1ba1796_6.jpg
Mensagem

Senhor ilumina todos os lares, hospitais, Hospícios, cadeias e todo Universo de
necessitados
Pai celestial, que habitais o meu interior, impregna com a Tua Luz vital cada
célula de meu corpo, expulsando todos os males, pois estes não fazem parte de
meu ser. Na minha verdadeira realidade, como filho de Deus perfeito que sou, não
existe doença; por isso que se afaste de mim todo o mal, todos os bacilos,
micróbios, vírus, bactérias e vermes nocivos, para que a perfeição se expresse
no meu corpo, que é templo de Divindade.
Pai teu Divino filho Jesus disse: pedi e recebereis, porque todo aquele que pede
recebe, portanto, tenho absoluta certeza de que a minha oração da cura já é a
própria cura. Para mim agora, só existe esta verdade: a cura total. Mesmo que a
imagem do mal permaneça por algum tempo no meu corpo, só existe em mim agora a imagem mental da cura e a verdade da minha saúde perfeita.
Todas as energias curadoras existentes em mim estão atuando intensamente, como
um exército poderoso e irresistível, visando os inimigos, fortalecendo as
posições enfraquecidas, reconstruindo as partes demolidas, regenerando todo o
meu corpo.
Sei que é o poder de Deus agindo em mim e realizando o milagre maravilhoso da
cura perfeita.
Esta é a minha verdade mental. Esta portanto é a verdade do meu corpo.
Agradeço-te, oh! pai, porque Tu ouvistes a minha oração.
Dou-te graças, com toda alegria e com todas as forças interiores porque tua
vontade de perfeição e saúde aconteceram em mim, em resposta ao meu pedido.
Assim é e assim será.
Um fraternal abraço, e a nossa vibração com a certeza de que a Paz se fará em
seu mundo íntimo.

Prece de Encerramento

Deus eterna Bondade


"Deus de eterna bondade, em prece de louvor entrego-te minha alma,
sê bendito meu pai em todos os recursos, ferramentas, processos e medidas dos quais te utilizasses à fim de que eu perceba que tudo devo à ti.
Agradeço-te pois o tesouro da vida,
a presença do amor,
a constância do tempo,
o sustento da fé,
o calor da esperança que me acena o porvir,
o santo privilégio de servir,
o pensamento reto que me faz discernir o que é mau e o que é bem, na clara obrigação de nunca desprezar ou de ferir alguém ...
Agradeço-te ainda, a visão das estrelas à esmaltarem de glória o lar celeste,
as flores do caminho,
os braços que me amparam e os gestos de carinho dos corações queridos que me deste.
Por tudo te agradeço e QUANDO te aprouver despojar-me dos bens com que me exaltas ... ensina-me senhor à devolver tudo o que me emprestas-te ...
Mas por piedade ó pai , deixa-me em tudo por apoio e dever , a benção de ACEITAR e o dom de COMPREENDER. " -

Momento da Fluidificação das águas (bênçãos).

Postado por Santo Andre Expansão às Segunda-feira, Agosto,05, 2013Santo André Expansão Evangelizadora do Lar
Brasil e Portugal, para: A Europa e o Mundo.
Por uma Humanidade mais Cristã!

Rinnovo dell'Anima :
Nossas ferramentas de comunicação, associem-se ao nosso Grupo e Blog:
Ananias Luiz Barreto ananiasbarreto@gmail.com
Hananias Huiz Bharreto peregrinosnolar.evangelho@gmail.com

Marcos Evangelista
Barretomarcosevangelistabarreto@gmail.com

Victor Passos
caminheirodapaz@gmail.com

Novos Links - façam.- se seguidores

Evangelho do lar S.André Expansão


Espiritismo em Debate

Atendimento Fraterno Directo


Acessem nossos links abaixo que encontrarão lá os temas.
Nosso Grupo – http://groups.yahoo.com/group/evangelhodolar/
Nosso Blog – http://santoandreevangelhodolar.blogspot.com/
Caso não queira mais receber esse tipo de e-mail, por favor, escrevam para:
Ananias Luiz Barreto: ananiasbarreto@gmail.com
Orientador - Victor Passos










Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *